Barcelona-Juventus

19-04-2017 12:50

Este Barcelona precisa de outra 'remontada'

Clube 'blaugrana' recebe a Juventus na segunda-mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.
Camp Nou
Foto: AFP

Camp Nou vai acolher o jogo da segunda-mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Por Diogo Marcelo sapodesporto@sapo.pt

Primeiro jogo de pesadelo para segundo jogo de sonho? O Barcelona já o conseguiu uma vez e terá de o fazer para que continue o seu caminho na Liga dos Campeões esta época.

Depois de perder por 3-0 na primeira mão, os culé recebem a Juventus esta quarta-feira, em Camp Nou, em jogo a contar para segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Para Luís Enrique, só existe uma opção: partir para o ataque. O obreiro da 'remontada' frente ao Paris Saint-Germain (perdeu 4-0 na primeira mão e venceu por 6-1 na segunda mão) dá esperanças ao Barcelona de conseguir dar a volta a uma Juventus segura na defesa e eficaz no ataque. Também Andrés Iniesta acredita que apenas um 'jogo perfeito' da equipa catalã poderá resultar em nova 'remontada'.

Massimiliano Allegri, por outro lado, não 'dorme' descansado pela 'almofada' de 3-0 da primeira mão, e acredita que só uma Juventus a atuar "com inteligência", focada "nos aspetos técnicos" e sem "pensar no resultado" poderá vencer o Barcelona mais uma vez.

O Barcelona não poderá contar com Rafinha e Aleix Vidal, ambos lesionados e tem quatro jogadores em risco para o próximo compromisso europeu, caso vejam o cartão amarelo: Neymar, Piqué, Rakitic e Suárez. Arda Turan e Mathieu também não são opção para o duelo em Camp Nou.

Já a Juventus tem Pjaca de fora por lesão e três jogadores em risco, caso vejam a cartolina amarela: Cuadrado, Mandzukic e Khedira.

Passagem do Barcelona pode passar pelos... penáltis

Esta é a décima presença consecutiva do Barcelona nos quartos de final da prova, um recorde na 'Champions', e procura agora garantir a 17ª presença nas meias-finais da competição. A seu favor, conta com uma série de 15 jogos consecutivos a vencer em casa na Liga dos Campeões, desde que Luís Enrique assumiu o comando técnico dos 'culé'.

O registo global dos catalães nesta fase da competição é de 14 vitórias e 4 derrotas, tendo dois desses desaires ocorrido nas três últimas temporadas, frente ao Atlético de Madrid. Antes de ser eliminado pelo clube 'madrileno', a última vez que o Barcelona foi eliminado nos quartos de final foi em 2002/2003, frente... à Juventus.

Segundo dita a história, o Barcelona, quando derrotado por 3-0 fora numa primeira mão, deu a volta aos acontecimentos por três vezes em cinco tentativas, eliminando o Anderlecht (1978/79), o Ipswich Town (1977/78) e o Göteborg (1985/86), sempre nos penáltis, ao vencer na segunda mão por 3-0.

Do lado italiano, a Juventus joga esta fase pela terceira vez nas últimas sete temporadas e procura a 12ª presença nas meias-finais da Liga dos Campeões.

Esta temporada, a Juventus venceu os quatro desafios que disputou fora de casa, o último dos quais por 2-0 no reduto do FC Porto na primeira mão dos oitavos de final. Os italianos mantiveram a baliza inviolada em três desses jogos, com dez golos marcados e apenas um sofrido.

A Juventus venceu 34 das 42 eliminatórias de provas da UEFA, quando triunfou em casa na partida da primeira mão. A vitória mais recente foi frente ao Real Madrid nas meias-finais de 2014/15 (2-1 c, 1-1 f). Nesses êxitos estão incluídas as cinco ocasiões em que o triunfo no primeiro jogo, no seu terreno, foi por 3-0 – ainda que tenha perdido, depois, o jogo da segunda mão em quatro dessas cinco eliminatórias.

MSN ao resgate. Dybala e Higuaín procuram estocada final

Um trio mortífero contra uma dupla eficaz. O ataque do Barcelona e de Juventus são alguns dos destaques desta temporada e poderão fazer a diferença para ambos os lados.
Do lado espanhol, Messi, Suárez e Neymar são três flechas com olhos postos na baliza e o avançado brasileiro foi mesmo o grande destaque na remontada frente ao Paris Saint-Germain, onde marcou três golos na vitória por 6-1.
Do outro lado, Higuaín e Dybala são a força argentina da 'Vecchia Signora' e não ficarão quietos à espera que os 'culé' virem o resultado a seu favor, esperando marcar um golo que possa resolver a eliminatória.

Paulo Dybala foi mesmo um dos melhores jogadores da equipa italiana na primeira mão, ao marcar dois golos aos 'blaugrana'. Aliás o próprio jovem argentino foi escolhido por Neymar como um dos três melhores avançados da nova geração, ao lado de Griezmann (Atlético de Madrid) e Gabriel Jesus (Manchester City).

O Barcelona recebe esta quarta-feira a Juventus, às 19h45, em Camp Nou, em jogo a contar para a segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. À mesma hora disputa-se o outro encontro dos 'quartos', que opõe o Mónaco e o Borussia de Dortmund. Está em causa a passagem para as meias-finais da prova milionária.

Conteúdo publicado por Sportinforma