Bayern Munique

19-04-2017 17:41

Thomas Müller: "É extremamente difícil jogar contra 14"

Internacional alemão não poupou críticas à arbitragem do jogo entre Real Madrid e Bayern Munique.
Thomas Müller conversa com Robben e Lahm
Foto: EPA/RONALD WITTEK

Thomas Müller conversa com Robben e Lahm após o jogo entre Bayern Munique e Real Madrid da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Thomas Müller está inconformado com a eliminação do Bayern Munique em Madrid e não poupou críticas à atuação da equipa de arbitragem liderada por Viktor Kassai.

Após o final do jogo da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, o avançado alemão não escondeu toda a sua frustração pela forma como o Real Madrid conseguiu eliminar o Bayern Munique.

"Se analisarem a forma como as coisas correram, percebem que é extremamente difícil quando se joga 10 contra 14. O 2-2 foi o pior, pois o árbitro assistente não tinha ninguém à sua frente que o impedisse de ver o lance [em que Cristiano Ronaldo está posição irregular de fora de jogo]. Aquilo matou a nossa equipa", afirmou Thomas Müller.

"Não podemos ir para casa a dizer simplesmente que coisas como esta acontecem, depois do que vimos aqui [no Santiago Bernabéu]. O Arturo [Vidal] até poderia ter sido expulso antes, mas nunca devido à situação pela qual lhe foi mostrado o segundo cartão amarelo", acrescentou o jogador alemão.

Conteúdo publicado por Sportinforma