Atlético Madrid

02-05-2017 23:59

Koke: "Já lhes fizemos quatro golos no Calderón com Cristiano Ronaldo"

Um 'hat-trick’ de Cristiano Ronaldo coloca Real Madrid mais perto da final da ‘Champions’.
Koke chama %u2018maric

Um 'hat-trick’ de Cristiano Ronaldo coloca Real Madrid mais perto da final da ‘Champions’.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O português Cristiano Ronaldo marcou hoje os três golos da vitória do Real Madrid na receção ao Atlético de Madrid, por 3-0, em jogo da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões de futebol.

O avançado luso marcou aos 10, 73 e 86 minutos, somando agora 10 golos na presente edição da competição, e deixou os ‘merengues’, detentores do título, mais perto da final da competição, marcada para Cardiff, no País de Gales, a 03 de junho.

Real Madrid, 11 vezes campeão europeu, e Atlético de Madrid voltam a defrontar-se no próximo dia 10 de maio, no Estádio Vicente Calderón, na capital espanhola, na segunda mão das meias-finais.

No final do jogo, o internacional espanhol do Atlético Madrid, Koke, lamentou naturalmente a derrota por 3-0, e recordou o dérbi de 2015 para fazer o lançamento do próximo jogo no Santiago Bernabéu.

"Foi um dia complicado para os adeptos que vieram apoiar-nos. Não nos saiu nada bem. Não estivemos à altura, mas sabemos que há um segundo jogo. Temos ambição pelos nossos adeptos e há que dar tudo na próxima quarta-feira. Simeone já nos disse que se há alguém que não queira jogar na 2.ª mão que o diga sem problema", começou por dizer Koke em declarações à imprensa espanhola.

Questionado sobre a influência de Cristiano Ronaldo na pesada derrota, Koke recordou um dérbi de 2015 a contar para a 22ª jornada da liga espanhola para mostrar confiança numa 'remontada'.

"Medo de Ronaldo? Nada disso. Isto é futebol. Já lhes fizemos quatro golos no Calderón... com Cristiano", atirou o internacional espanhol.

"Na Champions ganharam-nos sempre e na próxima quarta-feira temos outra oportunidade. Não podemos baixar os braços. Foi uma derrota dura, mas há que acreditar na 'remontada'. Esta equipa quando sofreu um golpe duro respondeu sempre e temos de tentar para que seja igual", sentenciou Koke sobre as derrotas do Atlético na competição frente ao Real Madrid, nomeadamente nas meias-finais de 1958/59, nos 'quartos' em 2014/15 e nas finais de 2013/14 e 2015/16.

Conteúdo publicado por Sportinforma