Liga dos Campeões

03-05-2017 22:49

Bernardo Silva garante que Mónaco 'vai tentar o impossível na 2ª mão'

O Mónaco perdeu em casa com a Juventus por 2-0 em jogo a contar para a primeira mão das meias finais da Liga dos Campeões.
Bernardo Silva em ação contra Alex Sandro da Juventus
Foto: EPA/SEBASTIEN NOGIER

Bernardo Silva em ação contra Alex Sandro da Juventus.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Juventus venceu hoje no terreno do Mónaco, por 2-0, com dois golos do avançado Higuaín, em jogo da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões de futebol.

O argentino marcou os golos aos 29 e 59 minutos, adiantando a pentacampeã italiana de futebol na luta pela presença na final da ‘Champions’, marcada para Cardiff, no País de Gales, a 03 de junho, frente à formação monegasca, comandada por Leonardo Jardim e dos lusos Bernardo Silva e João Moutinho.

No final do jogo, o internacional português Bernardo Silva garantiu que apesar de ser muito difícil dar a volta à eliminatória, o Mónaco vai 'tentar o impossível na 2ª mão'.

"Foi um grande desilusão. Não começamos o jogo como queríamos, a Juventus jogou melhor do que nós e mereceu ganhar. Agora temos que pensar na Liga e só depois na 2.ª mão", começou por dizer Bernardo Silva após o final do jogo.

"Toda a gente sabe que a Juventus é uma das melhores equipas do mundo. Têm um dos melhores guarda-redes do Mundo e não é fácil. Penso que não jogámos ao nosso melhor nível, agora vamos tentar o impossível na 2.ª mão", acrescentou Bernardo Silva.

"Claro que acreditamos e é possível. Se marcarmos cedo... já mostrámos que podemos marcar um, dois ou até três golos", sentenciou o jogador do Mónaco.

A Juventus, campeã da Europa em 1984/85 e 1995/96, ficou mais perto da sua nona final da principal competição continental de clubes, recebendo o Mónaco, finalista vencido em 2003/04, frente ao FC Porto, na próxima terça-feira.

Conteúdo publicado por Sportinforma