Liga dos Campeões

03-05-2017 23:53

Dani Alves: "Seria uma grande falta de respeito pensar já na final"

Internacional brasileiro frisa que a Juventus ainda não garantiu o apuramento para a final de Cardiff.
Daniele Rugani celebra um golo da Juventus com Dani Alves e Gonzalo Higuaín
Foto: EPA/ALESSANDRO DI MARCO

Internacional brasileiro frisa que a Juventus ainda não garantiu o apuramento para a final de Cardiff.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Juventus venceu hoje no terreno do Mónaco, por 2-0, com dois golos do avançado Higuaín, em jogo da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões de futebol.

O argentino marcou os golos aos 29 e 59 minutos, adiantando a pentacampeã italiana de futebol na luta pela presença na final da ‘Champions’, marcada para Cardiff, no País de Gales, a 03 de junho, frente à formação monegasca, comandada por Leonardo Jardim e dos lusos Bernardo Silva e João Moutinho.

No final do jogo, Dani Alves recusou comentar o possível confronto com o Real Madrid na final de Cardiff e fez questão de lembrar que ainda nada está garantido para a Juventus.

"Penso que será especial se estivermos na final, não por ser o Real Madrid, mas por ser uma competição desta importância. Na final não importa quem temos pela frente, o que importa é o objetivo e tens sempre que superar grandes adversários. Se for o Real Madrid será igual para mim. Eu quero ganhar a final. Mas seria uma falta de respeito com o Monaco pensar já na final", afirmou Dani Alves.

"Aproveitamos as ocasiões que tivemos e controlamos as fases do jogo. A vantagem é importante, dois golos marcados fora são importantes, mas temos que finalizar o trabalho em casa", sentenciou Dani Alves, que na sua carreira já conquistou três Liga dos Campeões com o Barcelona.

A Juventus, campeã da Europa em 1984/85 e 1995/96, ficou mais perto da sua nona final da principal competição continental de clubes, recebendo o Mónaco, finalista vencido em 2003/04, frente ao FC Porto, na próxima terça-feira.

Conteúdo publicado por Sportinforma