Futebol

30-05-2017 13:39

Zidane: "Não vamos mudar nada para a final da Champions"

Técnico francês considera que o último jogo da temporada, com a Juventus, é “o mais importante”.
Zidane reage durante o jogo entre Real Madrid e Bayern Munique
Foto: GERARD JULIEN / AFP

Zidane

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane, revelou hoje que irá manter as mesmas ideias da época para o último jogo, “o mais importante”, no sábado na final da Liga dos Campeões de futebol, com a Juventus.

“É o último jogo da temporada, o mais importante. Vamo-nos preparar exatamente como preparámos outros jogos que disputámos até agora. Não vamos mudar nada”, sublinhou o treinador ‘merengue’.

Zidane prepara-se para a segunda final consecutiva da ‘Champions’ com o Real Madrid, após ter vencido na última época o Atlético Madrid, e que poderá torná-lo o primeiro técnico a vencer duas vezes consecutivas no novo formato, criado em 92/93.

Na sua segunda temporada à frente do Real, Zidane, que também foi jogador do clube, bem como da Juventus, considera que tem “o ADN madridista”, com valores que diz procurar transmitir aos jogadores.

“Tenho o ADN do Real Madrid, com a certeza que esta é a minha casa, desde que cheguei em 2001 todos foram muito carinhosos comigo e defendi sempre os valores de Madrid”, acrescentou o técnico, que chegou ao clube proveniente da ‘Juve’.

O técnico, de 44 anos, falou no dia aberto à imprensa e que antecede a final da Liga dos Campeões, no sábado, em Cardiff, às 19:45.

Quase todo o discurso de Zidane foi dirigido ao trabalho que tem sido feito e à importância histórica de um clube como o Real Madrid, fundado a 06 de março de 1902, com 115 anos de existência, muitos valores e muitos títulos.

“Os valores para mim são os da entrega e de fazer todo o possível para ganhar. Nos seus 115 anos foi eleito o melhor clube do século passado graças a esses valores”, justificou o francês.

O treinador disse ainda que tem mais um ano contrato com o clube espanhol e que tem vontade de continuar, mas que tudo depende dos resultados.

“Estou contente, o clube também com o que estamos a fazer. Interessa-me apenas isso, o futuro é sábado e nada mais”, acrescentou, lembrando que a final é especial para si e porque jogou cinco épocas na Juventus, tantas quanta as que jogou em Madrid.

Conteúdo publicado por Sportinforma