Liga dos Campeões

17-07-2017 17:08

Jogo entre Celtic e Linfield resulta em processo disciplinar da UEFA

Provocação do avançado do clube escocês e comportamento dos adeptos da Irlanda do Norte resultam em processos por parte do organismo europeu.
Guidetti celebra um golo pelo Celtic Glasgow
Foto: Ian MacNicol

Jogo entre o Celtic e o Linfield resultaram em processos disciplinares

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A UEFA anunciou esta segunda-feira ter aberto processos disciplinares ao Celtic, da Escócia, e ao Linfield, da Irlanda do Norte, devido aos distúrbios no jogo de futebol entre as duas equipas, disputado em Belfast.

A partida da primeira mão da segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões terminou com uma vitória dos escoceses, tendo ficado marcada pelo arremesso de uma garrafa, pelos adeptos locais, ao avançado dos visitantes Leigh Griffiths.

O escocês foi acusado pela UEFA de “provocar os espetadores” depois do fim do jogo - informa o organismo em comunicado -, a atar um cachecol verde e branco, as cores do Celtic, a um dos postes do estádio nacional Windsor Park.

Antes, Griffiths já tinha visto um cartão amarelo por perda de tempo, depois de ter mostrado ao árbitro vários objetos que foram arremessados contra ele, entre eles uma garrafa de vidro e várias moedas.

Por seu lado, o Linfield foi acusado de comportamento desordeiro dos adeptos, depois do arremesso da garrafa e de terem invadido o relvado.

O painel disciplinar do órgão europeu vai pronunciar-se na quinta-feira, um dia depois do jogo da segunda mão, em Glasgow.

O jogo já tinha sido adiado, de 12 par 14 de julho, para que não coincidisse com as comemorações, na Irlanda do Norte, de uma batalha entre forças católicas e protestantes.

Os dois clubes travam entre si uma rivalidade de cariz religioso, uma vez que o Celtic tem ligações à comunidade católica escocesa e o Linfield aos protestantes da Irlanda do Norte.

Conteúdo publicado por Sportinforma