Espanha

21-08-2016 00:02

Sevilha vence Espanyol em jogo louco (6-4)

O Sevilha venceu hoje o Espanyol, por 6-4, no arranque da liga espanhola de futebol, marcado ainda pela goleada infligida pelo campeão FC Barcelona ao Betis, por 6-2, e pelo empate 1-1 entre Granada e Villarreal.
Liverpool - Sevilha
Foto: AFP

Liverpool - Sevilha

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O encontro entre Sevilha e Espanyol foi frenético e com alternâncias no marcador, que ‘mexeu’ primeiro para os visitantes, pelo argentino Pablo Piatti (logo aos oito minutos), mas Pablo Sarabia (15) e o argentino Luciano Vietto (22) viraram para o Sevilha, no entanto, o paraguaio Hernán Pérez (26) e Víctor Sánchez (44) voltaram a recolocar o Espanyol em vantagem.

O intervalo no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán chegou com o Sevilha, que não contou com o português Daniel Carriço devido a castigo, a chegar ao empate, novamente pelo argentino Luciano Vietto (45+1).

O Sevilha, que principiou a época a perder a Supertaça de Espanha para o FC Barcelona e a Supertaça Europeia para o Real Madrid, entrou na segunda parte decidido a resolver o jogo e marcou pelo italo-argentino Franco Vázquez, aos 54 minutos.

A vantagem do Sevilha foi dilatada por Ben Yedder (66) e pelo japonês Hirosshi Kyiotake (74), mas o Espanyol tinha ainda guardado um último golo por Gerard Moreno (79).

O campeão FC Barcelona iniciou a defesa do título com uma goleada ao Betis, por 6-2, num jogo marcado ainda pelo ‘hat-trick’ do Bola de Ouro europeu, o uruguaio Luis Suárez, e por dois golos do argentino Lionel Messi.

O turco Arda Turan colocou o FC Barcelona em vantagem, logo aos seis minutos, mas o Betis empatou aos 21, por Rúben Castro.

Sem os brasileiros Neymar e Rafinha, o português André Gomes, a cumprir castigo ainda referente à última época, e os lesionados Iniesta, o alemão Ter Stegen e o argentino Mascherano, o FC Barcelona deu, de seguida, espetáculo com a dupla sul-americana Lionel Messi e Luis Suárez.

O argentino Lionel Messi marcou aos 37 e 57 minutos, enquanto o uruguaio, bola de ouro da época passada, anotou os seus três tentos aos 42, 56 e 82.

O Granada, do português Luís Martins, chamado a jogo aos 73 minutos para render Jon Toral, empatou a 1-1 na receção ao Villarreal, que chegou à vantagem por Samuel Castillejo, aos 61 minutos, mas o Granada igualou pelo argentino Ezequiel Ponce, aos 64.

Conteúdo publicado por Sportinforma