Espanha

29-08-2016 15:45

Munícipio de Madrid quer forçar Real a pagar 18,4 ME

O clube merengue terá recebido indevidamente apoios públicos de quase 20 milhões de euros.
Sergio Ramos celebra na Praça Cibeles
Foto: EPA/JAVIER LIZON

Merengues terão beneficiado de apoios públicos ilegais

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O município de Madrid anunciou hoje que vai pressionar o Real Madrid a cumprir uma condenação da Comissão Europeia de pagar uma verba de 18,4 milhões de euros que recebeu ilegalmente em apoios públicos.

“Vão ser tomadas as medidas necessárias para que a decisão da Comissão Europeia seja cumprida e para que sejam recebidos os 18,4 milhões de euros do Real Madrid”, refere um comunicado do município madrileno, lembrando que o período dado para o pagamento do valor em causa termina em setembro.

Em julho, a Comissão Europeia determinou que sete clubes de futebol profissional de Espanha beneficiaram ilegalmente de apoios públicos, o que traduz uma infração das regras de auxílios do Estado a empresas no âmbito da União Europeia (UE).

Uma primeira investigação centrou-se em benefícios fiscais para o Real Madrid, FC Barcelona, Athletic Bilbau e Osasuna, porque, apesar de os clubes profissionais serem considerados sociedades anónimas para efeitos fiscais, estes quatro eram tratados como organizações sem fim lucrativos.

Numa segunda investigação foi concluído que o município de Madrid sobrevalorizou em 18,4 milhões de euros terrenos afetados ao Real Madrid, o que se revelou numa vantagem injustificada face a outros clubes, que devia ser devolvida.

Conteúdo publicado por Sportinforma