Liga espanhola

10-04-2017 17:21

Layhoon Chan demite-se de presidente do Valência

A empresária chinesa abandona o clube a 01 de julho.
Layhoon Chan demite-se de presidente do Valência e abandona clube a 01 de julho
Foto: EPA/GUSTAVO GRILLO

A empresária chinesa abandona o clube a 01 de julho.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A presidente do Valência, Layhoon Chan, apresentou hoje a demissão como presidente e membro do conselho de administração do clube, com efeito a partir de 01 de julho, anunciou o 12.º classificado da liga espanhola de futebol.

Chan, que chegou ao clube quando Peter Lim, de Singapura, se tornou o máximo acionista do clube, a 02 de dezembro de 2014, será substituida por Anil Murphy, atual conselheiro executivo.

A executiva de 49 anos foi a primeira mulher presidente do clube em mais de 100 anos de história depois de uma carreira como gestora e executiva em dezenas de empresas multinacionais, ainda que sem experiência no futebol.

Na temporada passada, o Valência terminou na 12.ª posição, a mesma que ocupa nesta época, tendo tido quatro treinadores: o português Nuno Espírito Santo, Salvador González, ou ‘Voro’, Gary Neville e Pako Ayestarán.

Em 2016/2017, Ayestarán começou a época mas saiu para dar lugar ao italiano Cesare Prandelli, que não conseguiu os resultados pretendidos e foi afastado para dar lugar ao regresso de ‘Voro’.

A equipa de João Cancelo e Nani somou três vitórias consecutivas nos últimos jogos e oito triunfos nas últimas 15 partidas, ainda que esteja muito longe do objetivo do clube, os lugares de acesso às competições europeias.

Conteúdo publicado por Sportinforma