Espanha

17-04-2017 10:45

Ancelotti saiu do Real por causa de Bale e das estatísticas da EUFA

Carlo Ancelotti explicou os motivos que o levou a deixar o Real Madrid.
Carlo Ancelotti
Foto: EPA/FILIP SINGER

Carlo Ancelotti

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Carlo Ancelotti explicou os motivos que o levou a deixar o Real Madrid. No seu recente livro 'Liderazgo tranquilo: ganando corazones, mentes y partidos' ['Liderança tranquila: ganhar corações, mentes e jogos'], o agora treinador do Bayern Munique explicou as razões que o levaram a sair do Santiago Bernabéu.

"As coisas estavam a correr bem, mas depois houve dois problemas grandes. O primeiro foi causado por estatísticas da UEFA que revelavam que a equipa não tinha tantas horas de treino como outros clubes europeus. Tínhamos ganhado 22 jogos consecutivos, acho que devíamos estar a fazer alguma coisa bem. Acabámos por perder precisamente quando saiu a estatística e o clube pressionou: 'Há que trabalhar mais'. Eu pensava o contrário: os jogadores deviam descansar, já levávamos um mês de lesões e fadiga que foi crucial para perder a liga. O episódio das estatísticas foi um sinal de que o Real Madrid tinha mais fé nos números do que no meu trabalho", explicou o italiano.

Outro episódio crucial na sua saída envolveu Gareth Bale. O empresário do galês queixou-se a Florentino Perez, este chamou Ancelotti para uma conversa no seu gabinete.

"Um dia, o diretor geral disse-me que o presidente queria falar comigo. Quando entrei no escritório, disse-me que o Bale lhe tinha ligado. Tinha-o substituído a 4 de janeiro [derrota por 2-1 frente ao Valência] e o agente do Bale tinha-se queixado porque o Gareth queria jogar mais ao centro. O presidente perguntou-me o que eu pensava fazer e a minha resposta foi: 'nada'. Não podia mudar o sistema a meio da época. Desde então, a relação com o presidente não voltou a ser a mesma", revelou o italiano.

Ancelotti, que é agora treinador do Bayern Munique, prepara-se para voltar ao Bernabéu onde vai defrontar o Real Madrid, na segunda-mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. No primeiro jogo os bávaros perderam em casa por 2-1.

Conteúdo publicado por Sportinforma