Liga espanhola

27-04-2017 15:40

Presidente do Barcelona responde por alegada corrupção na contratação de Neymar

Josep Maria Bartomeu desempenhava funções de vice-presidente à data da contratação de Neymar, que chegou a Barcelona em 2013
Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona

Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O presidente do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, vai a julgamento no âmbito de um processo de alegada corrupção, que envolve a contratação do futebolista brasileiro Neymar ao Santos, anunciou hoje o Supremo Tribunal de Espanha.

A decisão surge após o recurso interposto por Josep Maria Bartomeu ter sido rejeitado pelas instâncias judiciais espanholas, que entendem haver indícios de que o presidente do FC Barcelona infringiu a lei na contratação de Neymar.

Josep Maria Bartomeu desempenhava funções de vice-presidente à data da contratação de Neymar, que chegou a Barcelona em 2013, com “responsabilidades de gestão no âmbito desportivo", ao mesmo nível que o então presidente, Sandro Rosell.

Bartomeu e Rosell, de acordo com o auto em que são indiciados pelo crime de corrupção, tiveram participação nos contratos fraudulentos realizados em 2011, sem deles darem conta ao Santos e ao fundo DIS, responsável por 40 por cento dos direitos federativos de Neymar.

Conteúdo publicado por Sportinforma