Real Madrid

17-05-2017 23:45

Zidane: "Ainda não me sinto campeão"

O Real Madrid está a um ponto de conquistar o título de campeão espanhol.
Zidane reage durante o jogo entre Real Madrid e Bayern Munique
Foto: GERARD JULIEN / AFP

Zidane reage durante o jogo do Real Madrid

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Cristiano Ronaldo 'bisou' hoje e abriu caminho para o triunfo (4-1) do Real Madrid sobre o Celta de Vigo, jogo em atraso da 21.ª jornada da liga espanhola de futebol, ficando a um ponto da conquista do título.

Com esta vitória importante em Vigo, o Real Madrid fica a um escasso ponto de conquistar o título, cinco anos depois da última vez que levantou o troféu, o que significa que não pode perder em Málaga, no domingo, em jogo correspondente à 38.ª e última jornada da liga espanhola.

A equipa orientada por Zinedine Zidane reassumiu a liderança do campeonato com 90 pontos, mais três do que o FC Barcelona, que recebe, também no domingo, o Eibar, e mais 15 do que o Atlético Madrid.

No final do jogo, o treinador francês fez questão de frisar que ainda nada está ganho apesar do Real Madrid precisar de apenas um ponto.

"Não me sinto campeão. Falta-nos somar pontos, temos que continuar o nosso trabalho. Estamos contentes com os três pontos, mas há mais um jogo tão difícil como esta ou mais", disse Zidane.

Confirmando a veia goleadora que tem evidenciado nos últimos sete jogos, nos quais marcou 11 golos, Cristiano Ronaldo ‘desatou o nó’ chamado Celta de Vigo, numa partida crucial para as aspirações do Real Madrid ao título, do qual está arredado desde a época 2011/12, quando foi campeão sob o comando técnico de José Mourinho. O português abriu o marcador logo aos 10 minutos, num remate imparável com o pé esquerdo, de fora da área, sem a mínima hipótese de defesa para o guarda-redes galego Sérgio Alvarez, e bisou no início da segunda parte, aos 48, a passe de Isco, num lance típico de contra-ataque.

"Está muito bem. Fisicamente? Fenomenal. Não é só os golos, mas também o esforço defensivo que faz. Ele sabe que está bem e essa confiança vê-se, pode estar feliz", rematou Zidane.

Conteúdo publicado por Sportinforma