Liga Europa

10-04-2014 07:25

Benfica joga com o olho nas meias-finais

Encontro no Estádio da Luz está agendado para as 20h05.
Benfica joga com o olho nas meias-finais

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Benfica defende hoje, na segunda mão dos “quartos” da Liga Europa de futebol, um resultado positivo (1-0), em casa frente ao AZ Alkmaar.

Perante o AZ Alkmaar, o técnico Jorge Jesus deverá contar com o regresso do argentino Salvio, que marcou o golo do triunfo na Holanda, mas falhou o último da I Liga devido a um problema de saúde, enquanto os médios Fejsa e Ruben Amorim continuam em dúvida para a partida, que será arbitrada pelo checo Pavel Kralovec.

Eduardo Salvio fez o seu 38º jogo na Liga Europa desde que o torneio adoptou a sua actual designação. O golo marcado na primeira mão permitiu ao Benfica juntar-se ao PSV Eindhoven como a equipa mais concretizadora da nova competição, com 64 golos.

O Benfica, juntamente com o "colega de Liga" FC Porto, os italianos da Juventus e os suíços do Basileia, compõem o quarteto “sobrevivente” da Liga dos Campeões, todo vitorioso na primeira mão, com maior vantagem para os helvéticos, que conseguiram vencer por 3-0 em casa frente ao Valência.

Os portistas, por sua vez, deslocam-se a Sevilha sem dois dos seus mais influentes jogadores: o médio brasileiro Fernando e o avançado colombiano Jackson Martinez, embora já possa contar com o regressado Mangala, marcador do golo solitário que dá vantagem aos “dragões”.

O encontro no Estádio Sanchez Pizjuán, que começará às 20:05 (como as restantes partidas dos quartos de final), será dirigido pelo árbitro italiano Gianluca Rocchi.

O Valência, onde atua o português João Pereira, está obrigado a recuperar de uma desvantagem de três golos conseguida pelo Basileia no seu próprio terreno, sendo que os helvéticos não perdem há cinco partidas, desde que foram despromovidos da “Champions”.

Por fim, e a exemplo do Benfica, a Juventus defenderá em casa a vantagem correspondente ao golo apontado por Leonardo Bonucci no jogo da primeira mão, que ditou a primeira derrota caseira dos franceses do Lyon na atual temporada europeia.
Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa