Liga Europa

04-08-2016 21:52

Rio Ave cai de pé na Liga Europa

Equipa vilacondense jogou toda a segunda-parte com um homem a menos.
Rio Ave - Slavia
Foto: © 2016 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Rio Ave - Slavia

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

O Rio Ave empatou esta quinta-feira a uma bola com o Slavia de Praga. Com este resultado, a equipa portuguesa fica de fora do playoff da Liga Europa.

Depois do nulo em Praga, a equipa vilacondense tinha que marcar para chegar ao playoff da Liga Europa, dois anos depois da última presença.

Em relação a novidades na equipa de Nuno Capucho, apenas a titularidade de Pedro Moreira, que tinha falhado o encontro da primeira mão devido a problemas físicos.

Na primeira parte a equipa checa foi quase sempre superior e logo no início demonstrou que vinha para marcar cedo, dispondo de vários pontapés de canto nos primeiros minutos.

Aos 21 minutos, Skoda acertou no poste, com um cabeceamento, no primeiro aviso 'sério' à equipa portuguesa.

À passagem do minuto 23, os checos marcaram mesmo. Depois de um potente remate de fora da área que entrou no canto inferior direito. Husbauer foi autor do tento.

Aos 33 minutos, o Rio Ave podia ter feito o empate num remate de Yazalde, mas valeu Pavlenka a salvar a equipar checa.

À beira do intervalo, mais uma dor de cabeça para o técnico Nuno Capucho. Nadjak recebeu um duplo amarelo, o que deixou o Rio Ave a jogar com 10 e a ter que marcar dois golos na segunda parte para seguir para a próxima fase.

Curiosamente e a jogar com menos um, o Rio Ave entrou melhor na etapa complementar. Já o Slavia deixou-se ficar mais na expetativa e a turma vilacondense assumiu o controlo.

Na segunda parte, Nuno Capucho tiro Yazalde e Krovinovic e fez entrar Yazalde a Tarantini. Com essas alterações, a equipa ganhou outra acutilância no miolo e foi mais incisiva.

Ao minuto 57, o Rio Ave chegou mesmo ao empate. Gil Dias rematou ao poste e na recarga e na recarga Ruben Ribeiro fez o golo.

Numa última tentativa para chegar ao empate, o técnico do Rio Ave fez entrar Heldon para o lugar de João Novais.

Capucho foi mesmo expulso do banco aos 69 minutos, depois de ter protestado por uma demora numa reposição de bola.

Pouco depois, Cássio evitou o golo, depois de um remate de Skoda, defendendo com os pés.

Grande segunda parte do Rio Ave, que conseguiu jogar mais qualidade, com uma homem a menos, no entanto, o esforço acabou por ser insuficiente. Cai de pé a equipa portuguesa.

Arouca (onze): Bracalli, Gege, Jubal, Hugo Basto, Anderson Luiz, André Santos, Nuno Coelho, Nuno Valente, Mateus, Walter Gonzalez e Zequinha.

Heracles (onze): Castro, Breuters, te Wierik, Zomer, Gosens, Bel Hassani, Pelupessy, Kuwas, Bruns, Navratil e Gladon.

Conteúdo publicado por Sportinforma