Manchester United

16-03-2017 23:50

Mourinho e a banana para Rojo: "Não é para rir. Pediu uma banana, estava nos seus limites..."

Na zona de entrevistas rápidas o treinador justificou o episódio da banana que já se tornou viral.
Rojo come banana no relvado
Foto: DR

Rojo come banana no relvado

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Causou alguma estranheza o facto de José Mourinho ter descascado uma banana na sua área técnica e depois a ter entregado a Ashley Young para que este a desse a Marcos Rojo, jogador que estava em dificuldades.

Na zona de entrevistas rápidas o treinador justificou o episódio da banana que já se tornou viral.

"A situação da banana não é brincadeira. Temos de respeitar a situação física de um jogador. Temos muitos inimigos, é difícil jogar na segunda à noite [Chelsea] com dez jogadores, voltar a jogar hoje [quinta-feira] e depois no domingo às 12h00. Algumas pessoas vão dizer que devíamos jogar melhor, mas a realidade é que temos muita coisa contra nós. Temos de lutar. Os rapazes foram incríveis, provavelmente até podemos perder o jogo de domingo [Middlesbrough] mas vamos dar o nosso melhor. Sei quais são os limites do corpo e quando o corpo precisa é obrigatório fazer alguma coisa. O jogador pediu uma banana, não é uma situação para rir. Eu respeito os jogadores e os seus limites", explicou o treinador do Manchester United, em declarações à ´BTSports`.

Mourinho aproveitou para comentar a eliminação do Manchester City da Liga dos Campeões. Uma eliminação que o deixou... desapontado.

"Estou muito desapontado [com a eliminação do Manchester City]. E não estou a brincar. Sinto mesmo isso. É mau para nós por muitas razões. Nenhuma das cinco equipas que estão à nossa frente na Premier League estão agora envolvidas nas competições internacionais, por isso irão jogar apenas um jogo por semana, tal como algumas delas vêm a fazer toda a época. Eles não sabem o que é o cansaço. Nós lutamos até aos limites", atirou.

Conteúdo publicado por Sportinforma