Liga Europa

03-05-2017 22:02

Anthony Lopes assume desilusão após pesada derrota em Amesterdão

Ajax goleou o Lyon por 4-1 e ficou mais perto da final da Liga Europa.
Anthony Lopes em ação pelo Lyon num jogo contra o Ajax a contar para a Liga Europa
Foto: Emmanuel DUNAND / AFP

Anthony Lopes em ação pelo Lyon num jogo contra o Ajax a contar para a Liga Europa.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Ajax deu um importante passo rumo à final da Liga Europa de futebol ao golear o Lyon por 4-1, num jogo que começou por ser eficaz e depois merecedor do resultado em Amesterdão.

O jovem do Burkina Faso emprestado pelo Chelsea Bertrand Isidore Traoré (25 e 71), de 21 anos, o dinamarquês ainda mais novo Kasper Dolberg (34), de 19 anos, e o alemão Amin Younes (49), de 23, fizeram os golos do Ajax, sendo curta a resposta do Lyon, protagonizada pelo experiente Valbuena (66).

Num embate entre duas equipas com defesas a revelar muitas debilidades, Anthony Lopes e Onana foram guarda-redes importantes, já que ambos fizeram várias intervenções decisivas.

Os holandeses foram extremamente eficazes no primeiro tempo, pois, sem futebol que o justificasse, marcaram por Traoré, que ‘penteou’ a bola na sequência de um livre, seguindo-se um erro defensivo duplo que permitiu a Dolberg surgir na cara de Anthony Lopes e faturar.

O campeão da Europa por Portugal ainda se redimiu do erro quanto aos 44 negou o golo ao isolado Amin Younes, que se vingou logo após o reatamento, beneficiando de novas facilidades da defesa gaulesa.

O Lyon, que no primeiro tempo tinha andado mais vezes na área adversária, embora pouco acutilante, reentrou na discussão do jogo com um golo de Valbuena (66), que, sem marcação na área, atirou a contar.

O jovem guarda-redes camaronês André Onana entrou então em cena para ser decisivo a segurar o resultado aos 68, com a bola a bater-lhe entre as pernas, bem como aos 74 com duas vistosas defesas seguidas.

Entre esses lances, Traoré aproveitou o estaticismo do eixo defensivo do Lyon para ampliar para 4-1, resultado mais confortável para encarar a eliminatória.

As duas equipas voltam a defrontar-se, em solo francês, no dia 11 de maio, na decisão pela presença na final de Estocolmo, marcada para 24 de maio, frente ao vencedor dos embates da outra meia-final, que vai opor Manchester United, de José Mourinho, ao Celta de Vigo.

No final do jogo em Amesterdão, o internacional português Anthony Lopes não escondeu a sua desilusão pela pesada derrota diante do Ajax, mas foi curto nas suas reações na zona mista.

"Foi uma catástrofe. Uma grande desilusão para nós", afirmou o guarda-redes português do Lyon em declarações à imprensa após o jogo com o Ajax.

Já o treinador do Lyon, Bruno Génésio, destacou as intervenções de Anthony Lopes em Amesterdão.

"Em dois ou três dos quatro golos, oferecemos a bola ao adversário devido a erros técnicos ou de posicionamento. É terrível porque ele sofreu quatro golos, embora tenha feito várias defesas determinantes. Foi uma noite frustrante. Em certas ocasiões, toda a equipa o deixou entregue a si próprio. Mas talvez nos tenha salvo, porque se tivéssemos sofrido um quinto golo ou até um sexto, seria muito mais complicado", afirmou o treinador francês.

"Temos de digerir esta derrota. É preciso acreditar que o apuramento ainda é possível. Isso é o mais importante", acrescentou Génésio sobre o jogo da 2ª mão.

Conteúdo publicado por Sportinforma