Liga Europa

11-05-2017 21:55

21 anos depois, o Ajax volta a estar numa final europeia

Equipa holandesa perdeu o encontro, esteve com a vantagem em risco, mas segue para o jogo decisivo em Estocolmo.
Lacazette bem tentou
Foto: AFP or licensors

Lacazette fez dois golos, mas não chegou

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Ajax confirmou o favoritismo que detinha devido à vantagem da primeira mão e garantiu a presença na final da Liga Europa. Apesar de ter sido derrotado pelo Lyon por 3-1, a equipa holandesa venceu a eliminatória devido aos quatro golos que marcou no primeiro encontro. A equipa de Peter Bosz trazia uma vantagem de 4-1 do primeiro encontro que valeu, 21 anos depois, uma presença numa final europeia.

Num encontro em que a equipa de Anthony Lopes, titular na baliza dos gauleses, tinha muito trabalho pela frente, o jogo foi muito renhido entre duas formações que entraram em campo para fazerem golos. A primeira jogada de perigo surgiu dos homens da casa que viram Lacazette perder uma oportunidade de abrir o marcador.

Como no futebol manda a lei de que quem não marca, sofre, o Ajax chegou ao golo em casa do Lyon. Dolberg aproveitou uma boa jogada da equipa holandesa para fazer o tento e calar o Estádio dos Lumiéres.

A perder e com quatro golos de desvantagem, o Lyon viu Alexandre Lacazette demonstrar o porquê de ser um dos jogadores mais influentes da equipa gaulesa. Nos últimos minutos da primeira parte, o internacional francês bisou para trazer de novo o jogo aceso na segunda parte. Os dois golos de Lacazette têm a particularidade de terem surgido em dois minutos. O primeiro foi na conversação de uma grande penalidade. No minuto seguinte voltou a marcar para colocar a equipa na frente do marcador.

No segundo tempo, o Lyon voltou a entrar mais forte, mas acabou por esbarrar na organização defensiva do Ajax que manteve a sua vantagem. O encontro perdeu parte grande parte do entusiasmo que os minutos finais dos primeiros 45 minutos prometeram com a equipa holandesa a fazer um jogo frio e calculista com foco na vantagem do primeiro encontro.

O Lyon ainda sonhou com o prolongamento após o golo de Ghezzal , mas não foi capaz de voltar a marcar para levar o encontro para mais meia-hora de futebol.

Até ao final, o jogo manteve-se a favor da equipa holandesa que garantiu o seu lugar de novo numa final europeu. Depois de eliminar a formação do Lyon, os homens de Peter Bosz têm encontro marcado com o Manchester United de José Mourinho em Estocolmo. 21 anos depois da última vez que estiveram numa final, o Ajax volta a estar num encontro decisivo que pode render um troféu europeu.

Conteúdo publicado por Sportinforma