Ajax 0-2 Man. United

24-05-2017 21:36

United de Mourinho vence Liga Europa numa homenagem às vítimas de Manchester

José Mourinho conquista a sua segunda Liga Europa depois de ter vencido o troféu ao serviço do FC Porto.
United de Mourinho vence Liga Europa numa homenagem às vítimas de Manchester

United de Mourinho vence Liga Europa numa homenagem às vítimas de Manchester

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

O Manchester United venceu o Ajax por 2-0 e conquistou a sua primeira Liga Europa da história e a segunda da carreira de José Mourinho. Com este triunfo, os red devils garantem presença na próxima edição da Liga dos Campeões.

Momento solene com um minuto de silêncio, em que só se ouviam os flashes dos fotógrafos. Foi com esta homenagem à tragédia de Manchester que vitimou 22 pessoas e feriu meia centena no final do concerto de Ariana Grande, que se iniciou a final de Estocolmo.

19h44 - Friends Arena em Estocolmo pintalgado de vermelho com as cores de United e Ajax. Ambiente fantástico nas bancadas. Em confronto dois históricos do futebol mundial.

Mourinho fez duas alterações no onze em relação à partida das meias-finais da Liga Europa. Saíram Bailly (castigo) e Lingard e entraram Smalling e Juan Mata. Já Peter Bosz, treinador do Ajax, utilizou a sua estrutura habitual. Com Traoré no miolo e Dolberg na frente de ataque.

O primeiro aviso foi da equipa holandesa por intermédio de Traoré, que rematou para boa defesa de Romero. Mas a estratégia da equipa, em teoria menos cotada, começou a cair por terra logo aos 18 minutos. Depois de um combinação entre Fellaini e Mata, a bola chegou aos pés de Pogba, que rematou de fora da área. A bola acaba por sofrer um desvio em Davinson Sánchez e traiu Onana. Os reds devils colocavam-se em vantagem cedo, talvez o melhor que poderia acontecer à equipa, mais 'matreira' e mais habituada a estas ocasiões. O Ajax demonstrava as debilidades que tinha tido ao longo da competição fora de casa, só tinha ganho um encontro fora de Amesterdão nesta edição da Liga Europa.

Já a equipa de United preparou-se para este momento. Marcar cedo e defender a vantagem anulando qualquer tentativa do Ajax em se aproximar da baliza de Romero, com excepção feita a um remate de Traoré aos 16 minutos.

Pouco depois do golo, Antonio Valencia numa boa jogada individual rematou para uma defesa incompleta de Onana.

Até ao intervalo, os ingleses não tiveram problemas em controlar a partida desde trás, impedindo assim qualquer veleidade dos holandeses.

No início do segundo tempo, o Ajax acabou por sofrer novo golo logo a abrir. Após um pontapé de canto, Smalling desviou de cabeça e Mkhitaryan, de costas para a baliza, rematou de forma subtil e marcou assim o seu sexto golo na Liga Europa reforçando o estatuto de melhor marcador da equipa na competição.

Era o 'canto do cisne' para a inexperiente equipa do Ajax, (com uma média de idades inferior a 22 anos). Peter Bosz ainda tentou mexer no xadrez, retirando um desinspirado Dolberg de campo e lançando David Neres. Mas o segundo golo foi um golpe demasiado duro para uma equipa que estava há muito arredada das grandes decisões europeias.

Como as equipas de Mourinho muito bem sabem, o United limitou-se a asfixiar a equipa holandesa, impedindo-a de criar e explanar o seu futebol positivo e ofensivo

Aos minuto 88, Lindgard conseguiu isolar-se, mas na hora h permitiu o corte de Sánchez. Com um minuto para jogar, ainda deu tempo para Rooney entrar em campo para no final levantar a Taça.

Vitória mais do que justa para a equipa mais pragmática. O United apesar de praticar um futebol pouco vistoso acabou por conquistar três troféus nesta temporada: Taça da Liga, Supertaça e Liga Europa.

Mourinho leva para casa o seu quarto troféu europeu depois de duas Champions e uma Liga Europa vencidas ao serviço do Inter e FC Porto. Já os red devils conquistaram a sua primeira Liga Europa numa homenagem sentida às vítimas de Manchester.

Conteúdo publicado por Sportinforma