Futebol / França

30-04-2017 23:01

Nice vence PSG, com Ricardo Pereira a marcar, e ajuda Mónaco de Jardim

O Paris Saint-Germain desimpediu hoje o caminho do Mónaco para o título de campeão francês de futebol.
Nice vence PSG com golo de Ricardo Pereira e ajuda Mónaco de Jardim

Nice vence PSG com golo de Ricardo Pereira e ajuda Mónaco de Jardim

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Paris Saint-Germain desimpediu hoje o caminho do Mónaco para o título de campeão francês de futbol, ao perder no terreno do Nice, que venceu por 3-1, com um golo do português Ricardo Pereira.

Depois de oito vitórias seguidas e 16 jogos sem perder na liga, o PSG caiu na 35.ª jornada, e ficou a três pontos do líder, o Mónaco, que tem um jogo em atraso e pode disparar para uma vantagem de seis pontos. O Nice, terceiro, colocou-se somente a três pontos dos parisienses.

Depois de o italiano Balotelli ter inaugurado o marcador, aos 26 minutos, o português Ricardo Pereira fez o 2-0 no incío da segunda parte (48), com um remate em arco à entrada área.

Os visitantes, com Gonçalo Gu4des no banco, ainda reduziram através de Marquinhos, aos 64 minujtos, mas Donis confirmou o triunfo do Nice nos descontos (90+1), quando o PSG já jogava reduzido a 10 unidades, depois da expulsão de Thiago Motta (90) e antes de Di Maria lhe seguir as pisadas, devido a uma entrada violenta (90+2).

No sábado, o Mónaco, comandado pelo português Leonardo Jardim, venceu o Toulouse por 3-1, dando a volta ao resultado adverso que se verificada no início da segunda parte, fazendo um bom ensaio antes receção à Juventus, na primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões.

O Marselha goleou 5-1 na visita ao Caen, mantendo as suas aspirações europeias e complicando a missão de salvação do rival, que é antepenúltimo, com ‘direito’ a descida, embora com os mesmos 33 pontos do Dijon.

Com Rolando a titular, o Marselha já vencia por 2-0 aos cinco minutos, num triunfo que lhe permite atingir os 55 pontos, mantendo o sexto lugar, a um ponto do Bordéus e a dois do Lyon, de Anthony Lopes.

A aproximação ao Bordéus deveu-se ao nulo (0-0) concedido pelos ‘girondinos’ na visita ao aflito Dijon.

Conteúdo publicado por Sportinforma