França

23-05-2017 11:05

Polícia faz buscas na sede do PSG e nas casas de Di María e Pastore

Buscas estão relacionadas com uma investigação por suspeitas de fraude fiscal.
Di María celebra um dos golos do Paris Saint-Germain frente ao Barcelona
Foto: LIONEL BONAVENTURE / AFP

Buscas estão relacionadas com uma investigação por suspeitas de fraude fiscal.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A polícia francesa juntamente com o gabinete contra a corrupção e as autoridades financeiras fizeram esta terça-feira buscas à sede do Paris Saint-Germain e às casas de dois jogadores argentinos do emblema parisiense: Di María e Pastore.

De acordo com a informação veiculada pelo jornal espanhol 'El Mundo', as buscas estão relacionadas com uma investigação que teve início em dezembro por suspeitas de fraude fiscal, na sequência de documentos que foram tornados públicos pelo portal Football Leaks.

Recorde-se que nos documentos divulgados pelo portal Football Leaks surgiam indícios de que Di María terá desviado pelo menos 5,1 milhões de euros para uma conta suíça através de uma offshore.

As revistas principiaram ao início da manhã e visam encontrar provas dos pagamentos aos atletas através de paraísos ficais, segundo denúncia do grupo ‘Football Leaks’ sobre corrupção no futebol.

Segundo os órgãos de informação do consórcio ‘Football Leaks’, o ex-benfiquista Di Maria e Pastore cobravam os direitos de imagem através de uma empresa holandesa, que depois pagava ao primeiro através do Panamá e ao segundo pelo Uruguai.

Desse modo, as receitas não eram tributadas pelo fisco francês, que agora investiga as alegadas irregularidades. A investigação sobre a evasão fiscal está a ser conduzida pelos serviços centrais de luta contra a corrupção e infrações financeiras. O Paris Saint-Germain sempre negou pagar direitos de imagem em paraísos fiscais.

Conteúdo publicado por Sportinforma