Manchester United

18-09-2016 18:18

Mourinho: "Não posso controlar os erros do árbitro e do juiz de linha"

Desde 2002, na sua passagem pelo FC Porto, que uma equipa de José Mourinho não perdia três vezes consecutivas.
José Mourinho
Foto: EPA/Peter Powell

José Mourinho

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador português José Mourinho lamentou hoje a terceira derrota consecutiva do Manchester United, no terreno do Watford (3-1), da quinta jornada da liga inglesa de futebol, afirmando que não pode “controlar o árbitro nem a sorte”.

“A única coisa que consigo controlar são os erros que cometemos, os individuais e coletivos”, acrescentou o técnico luso, após a partida desta tarde, que deixou os ‘red devils’ no sexto lugar da ‘Premier League’, com nove pontos, a seis dos rivais do City, que lideram isolados.

A série de desaires começou, precisamente, na ronda anterior, com a equipa de Mourinho batida em casa pela de Pep Guardiola (2-1), ao que se seguiu nova derrota na estreia da atual edição da Liga Europa, no terreno do Feyenoord (1-0), culminando com o 3-1 hoje sofrido.

Desde 2002, na sua passagem pelo FC Porto (entrou a meio da temporada, para substituir Octávio Machado), que uma equipa de José Mourinho não perdia três vezes consecutivas, sendo que, na altura, foi derrotado pelo Real Madrid, na segunda fase de grupos (1-0 e 2-1), e em casa pelo Beira-Mar (3-2), para a I Liga.

“Cometemos erros no segundo e no terceiro golo e teremos que melhorar em muitos aspetos”, acrescentou Morinho, que lhe juntou um lamento pelo que considerou um erro do árbitro prejudicial para a sua equipa, aquando do primeiro tento do Watford.

O técnico do Manchester United é da opinião de que existiu uma falta sobre o francês Anthony Martial: “Foi clara e não há discussão, hoje e aquando da partida frente ao City. São situações que não posso controlar”.

“Toda a gente viu que houve falta, independentemente de se ser adepto do United ou do Watford, o que não posso controlar. Nem isso, nem os erros do árbitro e do juiz de linha”, concluiu.

Da mesma forma, Mourinho reconheceu estar “preocupado” com a exibição global da equipa: “Não jogámos bem e preocupo-me sempre que os resultados não são bons e não obtemos o resultado que queremos”.

Conteúdo publicado por Sportinforma