Liga inglesa

18-03-2017 17:37

Um golo de Cahill coloca Chelsea cada vez mais perto do título

Chelsea vence em campo difícil e está cada vez mais perto do título com o triunfo sobre o Stoke City por 2-1.
Gary Cahill e Matic celebram a vitória sobre o Stoke City por 2-1
Foto: EPA/PETER POWELL

Gary Cahill e Matic celebram a vitória sobre o Stoke City por 2-1.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Um golo de Gary Cahill, muito perto do final, deu hoje importante triunfo ao Chelsea na liga inglesa de futebol, na difícil visita ao Stoke City (2-1), que deixa os ‘blues’ cada vez mais próximos do título.

A equipa londrina, de Antonio Conte, foi a primeira a marcar, por Willian – num livre lateral com culpas para o guarda-redes contrário -, aos 13 minutos, mas o Stoke ainda empatou antes do intervalo, de grande penalidade.

Walters converteu o castigo máximo, aos 38 minutos, que puniu um derrube pelas costas de Cahill.

Num jogo de muito sofrimento, o Chelsea conseguiria, no entanto, voltar à vantagem, com o mesmo Cahill a redimir-se e a surgir na pequena área para fazer o 2-1 muito perto do fim e quando se podia pensar que os ‘blues’ seriam travados, aos 87 minutos.

A situação ainda se complicou mais para a equipa da casa, que já tinha imposto um empate ao Manchester United, depois de Bardsley ver o segundo amarelo e ser expulso já nos descontos, aos 90+5.

O triunfo, o quinto consecutivo numa série de 12 jogos sem perder, afirma cada vez mais o Chelsea como um ‘candidato isolado’ ao título inglês.

A equipa tem 13 pontos de vantagem para Tottenham e Manchester City, embora estes tenham menos um jogo do que os ‘blues’.

Cada vez mais longe de qualquer aspiração a vencer está o Arsenal, de Arséne Wenger, derrotado hoje pelo West Bromwich (3-1).

Os ‘gunners’, que viram Petr Cech sair lesionado, continuam em queda livre e dividem-se no apoio ao treinador francês, que hoje viu um avião sobrevoar o estádio com a mensagem “Out” (fora) e outro, aos 16 minutos, que mostrava o seu apoio.

A derrota deixa o Arsenal num 'impensável' quinto lugar, a 19 pontos do Chelsea.

Também hoje, na 29.ª ronda, o Hull City, de Marco Silva, saiu derrotado na visita ao Everton, num jogo em que a equipa da casa goleou (4-0) a partir do momento em que os visitantes ficaram reduzidos a dez, por expulsão de Huddlestone, aos 73.

O Everton, que vencia por 1-0, dilatou então a vantagem, com os dois últimos dois golos a acontecerem já nos descontos (90+1 e 90+4) por intermédio da estrela e internacional belga Lukaku.

O Hull está no 18.º lugar, o primeiro da zona de descida, a três pontos do Swansea(17.º), que ainda hoje defronta fora a equipa do Bournemouth.

O campeão Leicester continua transfigurado desde a saída do técnico que o levou a um inédito título, Claudio Ranieri, com os ‘foxes’ a somarem uma série de importantes triunfos desde o despedimento do italiano.

Hoje venceram fora o West Ham (3-2), com José Fonte a titular, e somam quatro triunfos desde 27 de fevereiro, um dos quais a eliminar o Sevilha e a garantir a equipa campeã inglesa nos quartos de final da Liga dos Campeões.

Conteúdo publicado por Sportinforma