Liga Inglesa

09-04-2017 18:19

Leicester perde com Everton e sofre a 1.ª derrota após a saída de Ranieri

Esta ronda fica concluída na segunda-feira, com a receção do Crystal Palace ao Arsenal.
Romelu Lukaku fez dois golos

Romelu Lukaku fez dois golos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Everton venceu hoje em casa o campeão Leicester (4-2), em jogo da 32.ª jornada da liga inglesa de futebol, e manteve-se próximo da zona europeia, ocupando o sétimo lugar.

A equipa do holandês Ronald Koeman foi a primeira a marcar, por Tom Davies, no primeiro minuto de jogo, mas o Leicester reagiu rápido e o ex-sportinguista Slimani, aos quatro, e Albrighton, aos 10, provocaram a ‘cambalhota’ no marcador.

Com o Leicester confortável no seu estilo de jogo, de menor posse de bola e aproveitamento das transições rápidas, coube ao Everton assumir a partida, o que a equipa fez sem perder o equilíbrio em situação de desvantagem.

O internacional belga Lukaku repôs a igualdade, aos 23, e ainda antes do intervalo, aos 41, foi Jagielka, também de cabeça, fazer o 3-2.

O quarto golo da equipa da casa foi novamente de Lukaku, com o avançado a marcar aos 57, na sobra de uma bola após um canto, junto ao segundo poste.

O Leicester, que só tinha vitórias desde o despedimento de Ranieri, a 22 de fevereiro, perde ao sétimo jogo, depois de cinco triunfos no campeonato (com Liverpool, Hull City, West Ham, Stoke e Sunderland) e um na Liga dos Campeões (Sevilha).

O triunfo na ‘Champions’ (2-0) foi o que colocou a equipa nos quartos de final da competição, cujo jogo da primeira mão terá já na quarta-feira em casa do Atlético de Madrid.

Hoje, também na liga inglesa, o Manchester United, de José Mourinho, voltou aos triunfos, ao vencer fora o ‘aflito’ Sunderland, por 3-0, num jogo em que os anfitriões ficaram reduzidos a dez jogadores antes do intervalo.

Neste encontro da 32.ª jornada, os ‘red devils’ adiantaram-se com um golo de Ibrahimovic, aos 30 minutos, e chegaram ao intervalo ingualdade em vantagem numérica, quando o árbitro deu ordem de expulsão a Larsson, do Sunderland, a dois minutos do intervalo, após uma entrada de ‘sola’ sobre um adversário.

A expulsão – pouco depois de uma grande oportunidade do Sunderland, por Victor Anichebe - desequilibrou ainda mais o jogo para o United, que na segunda parte chegou ao segundo golo, por intermédio de Mkhitaryan, logo aos 46 minutos.

Já nos instantes finais, foi Rashford a dilatar o marcador, ao apontar o terceiro golo, aos 90+1.

Mourinho viu assim a equipa regressar às vitórias, após os empates em casa com West Bromwich (0-0) e Everton (1-1), enquanto o Sunderland, 20.º e último, não vence desde 04 de fevereiro, somando, desde então, seis derrotas e um empate.

Esta ronda fica concluída na segunda-feira, com a receção do Crystal Palace ao Arsenal.

Conteúdo publicado por Sportinforma