Atentado/Manchester

23-05-2017 10:52

Cristiano Ronaldo apoia familiares e amigos das vítimas

As autoridades britânicas estão a tratar este caso como um "incidente de terrorismo”.
Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas numa explosão na Arena de Manchester
Foto: EPA/NIGEL RODDIS

Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas numa explosão na Arena de Manchester

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista português Cristiano Ronaldo escreveu hoje uma mensagem de apoio aos familiares e vítimas do atentado ocorrido na segunda-feira na cidade inglesa de Manchester, onde o avançado alinhou no Manchester United.

“Muito triste por ouvir as notícias de Manchester. Os meus pensamentos estão com as famílias e os amigos das vítimas. #prayformanchester”, escreveu o avançado do Real Madrid, e capitão da seleção portuguesa, nas suas redes sociais.

Ronaldo, de 32 anos, vestiu a camisola dos ‘red devils’ entre 2003/04, após deixar o Sporting e antes de rumar ao Real Madrid, no início da época 2009/10.

Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas numa explosão na Arena de Manchester, no norte da Inglaterra, na segunda-feira, no final de um concerto da cantora Ariana Grande, segundo o balanço mais recente da polícia.

O comandante da polícia de Manchester, Ion Hopkins, disse que as autoridades suspeitam que o responsável foi um homem apenas, que morreu na explosão e que “transportava um engenho explosivo improvisado, que detonou, causando esta atrocidade”.

Conteúdo publicado por Sportinforma