Liga Inglesa

07-06-2017 16:20

Mais de mil adeptos pedem a reforma da camisola de Tioté

Jogador faleceu esta semana durante um treino na China.
Antigo jogador do Newcastle morre durante treino na China
Foto: SAPO Desporto

Tioté representou o Newcastle durante sete temporadas

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Mais de mil adeptos do clube de futebol inglês Newcastle assinaram uma petição para que os ‘magpies’ retirem o número 24, que Cheick Tioté, que morreu na segunda-feira, tinha usado na passagem pela equipa.

A petição, lançada na terça-feira na Internet, já tinha juntado até hoje à tarde mais de 1.400 assinaturas, com o objetivo de “homenagear a vida de Tioté”, que morreu depois de desfalecer num treino na segunda-feira, com a equipa Beijing Enterprises, do segundo escalão chinês.

O marfinense, que tinha 30 anos, representou o Newcastle de 2010 até fevereiro de 2017, cumprindo mais de 150 jogos pelo clube inglês, e o texto que acompanha a petição descreve-o como "uma lenda que partiu demasiado cedo".

Nascido em Yamossoukro, Tioté alinhou em 52 partidas pela seleção da Costa do Marfim, tendo vencido a Taça das Nações Africanas em 2015.

O médio defensivo iniciou a carreira de sénior no Anderlecht, clube no qual jogou de 2005 a 2008, tendo sido campeão belga em 2006 e 2007, depois representou os holandeses do Roda por empréstimo, em 2007/08.

Seguiu-se o Twente, clube no qual foi campeão holandês em 2010, vencendo ainda a taça nesse mesmo ano, antes de sair para o Newcastle.

O jogador transferiu-se para o Beijing Enterprises em fevereiro deste ano e disputou 10 partidas no emblema da segunda divisão chinesa.

Conteúdo publicado por Sportinforma