Futebol

03-07-2017 19:09

Defoe com Bradley até ao fim. A amizade que está a comover Inglaterra

Bradley foi diagnosticado com cancro em 2013 quando tinha 18 meses de vida.
Bradley Lowery e Jermaine Defoe
Foto: DR

Bradley Lowery e Jermaine Defoe

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A amizade entre Jermaine Defoe e Bradley Lowery continua a emocionar o mundo do futebol em Inglaterra. Bradley é um rapaz de seis anos que tem neuroblastoma, um tipo de cancro infantil muito raro e muito agressivo e que está em fase terminal.

Bradley é adepto do Sunderland e conheceu Defoe na época passada quando esteve militava nos ´black cats`. O jovem adepto do Sunderland pediu aos pais que organizasse uma festa com os primos e amigos e, para sua surpresa, apareceu Jermaine Defoe, seu ídolo e um dos grandes suportes do jovem inglês na luta contra a doença.

Os dois foram fotografados juntos, abraçados, de olhos fechados na cama do hospital onde está Bradley. Uma imagem que emocionou Inglaterra e que os media locais já vêm como a foto de despedida.

"Bradley estava muito feliz e muito relaxado junto a Defoe", escreveu Lynn Lowery, a mãe da criança, na página Bradley Lowery's Fight, no facebook.

O avançado, que na próxima época vai jogar no Bournemouth, tem sido importante na vida do pequen Bradley. Defoe tem tentado ajudar ao máximo a família da criança de seis anos e tem tentado passar o máximo de tempo possível com ele.

"Fui abençoado por fazer parte da sua vida. À margem do futebol, a relação que cria

mos, o que dei a sua vida e que ele deu a minha, tem sido realmente especial", contou o avançado à ´Talksport`.

"É triste ve-lo passar por tudo o que está a acontecer ele, com apenas seis anos. Tenho tantas boas recordações de momentos que passamos juntos que é provável que os leve comigo para o resto da minha vida", concluiu Defoe.

Bradley, a quem foi detetado um novo cancro na espinha em fevereiro, tornou-se num dos ícones do futebol inglês na época passada, além da sua amizade com Defoe.

A Liga Inglesa organizou várias iniciativas de apoio ao pequeno Bradley. No início da época o seu nome foi entoado no quinto minuto do Everton-Sunderland pelos adeptos dos dois clubes, tendo o clube de Liverpool doado 200 mil libras (227.894 euros) para ajudar nos tratamentos de Bradley.

Na receção do Sunderland ao Chelsea a 14 de dezembro de 2016, Bradley foi até ao relvado ao intervalo e marcou um golo de penálti e foi ovacionado de pé por todos os adeptos.

Bradley Lowery

No mês de dezembro a criança de seis anos foi declarada com vencedora do Golo do Mês, um prémio que é atribuído pela BBC todos os meses. Quem realmente marcou o golo mais bonito do mês (votação dos internautas) foi Mkhitaryan, do Manchester United, exatamente contra o Sunderland, clube de Bradley. Mas a emissora resolveu também incluir a criança como vencedora, pelo seu golo de penálti ´contra` o Chelsea, depois de uma campanha nas redes sociais para que Bradley fosse o vencedor do prémio.

No jogo entre Inglaterra e Lituânia em Março de 2017, de apuramento para o Mundial2018, o jovem Bradley entrou em campo de mãos dadas com Jermaine Defoe, no Estádio de Wembley.


Bradley foi diagnosticado com cancro em 2013 quando tinha 18 meses de vida.

Conteúdo publicado por Sportinforma