Liga italiana

19-06-2017 08:44

Empresário diz que Donnarumma recebeu "ameaças de morte" do Milan

Ameaças terão ocorrido enquanto o guarda-redes ainda estava a negociar a renovação de contrato com o clube de Milão.
Gianluigi Donnarumma AC Milan
Foto: AFP or licensors

Gianluigi Donnarumma tem sido muito contestado pelos adeptos do Milan

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Mino Raiola, empresário de Gianluigi Donnarumma, explicou o porquê de o guarda-redes não ter renovado contrato com o AC Milan. Citado pelo jornal 'Mirror', o agente explicou que o "ambiente criado em redor" do jovem italiano, nomeadamente o facto de ter recebido várias ameaças de morte enquanto ainda estava a negociar a renovação de contrato com o clube de Milão, precipitaram a sua saída.

"A situação tornou-se violenta e hostil, portanto não há volta a dar. Tomámos uma decisão que não queríamos tomar. Fomos ameaçados. A família do Donnarumma foi ameaçada, disseram-lhe que ele não jogaria mais e até recebeu ameaças de morte. Não podes manter um jogador ameaçando-o", afirmou Mino Raiola.

"Ele estava pronto para assinar um novo contrato. Forçaram-nos a abortar as negociações por causa do ambiente criado em redor dele", acresentou.

Recorde-se que no jogo entre Itália e Dinamarca, a contar para o Europeu de sub-21, um grupo de adeptos do Milan atirou notas falsas contra Donnarumma durante a partida.

Conteúdo publicado por Sportinforma