Mundial2014

11-10-2013 19:01

Bélgica vence na Croácia e é a 11.ª finalista

Desde 2002 que a seleção belga não ia a uma fase final de um Europeu ou Mundial.
Bélgica vence na Croácia e é a 11.ª finalista

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Bélgica tornou-se esta sexta-feira a 11.ª finalista do Mundial de futebol de 2014, ao garantir o triunfo no Grupo A europeu de apuramento, graças a um triunfo por 2-1 no reduto da Croácia, segunda classificada.

O avançado Romelu Lukaku, jogador que o técnico português José Mourinho (Chelsea) emprestou ao Everton, foi a grande figura dos “diabos vermelhos”, ao marcar os dois golos do encontro, aos seus primeiros na qualificação, aos 15 e 38 minutos.

O primeiro tento aconteceu após uma assistência do médio portista Steven Defour e o segundo depois um passe do ex-benfiquista Axel Witsel, sendo que Lukaku arrancou para fechar o resultado ainda antes do meio-campo.

Aos 83 minutos, Niko Kranjcar, do Queens Park Rangers, apontou o tento de honra dos croatas, insuficiente para impedir a Bélgica de se juntar a Brasil, Holanda, Itália, Argentina, Estados Unidos, Costa Rica, Irão, Coreia do Sul, Japão e Austrália.

Com este resultado, a Bélgica passa a somar 25 pontos – apenas cedeu um empate, na receção aos croatas (1-1) -, contra 17 da Croácia, que já tem o segundo lugar garantido.

A Bélgica vai cumprir no Brasil a sua 12.ª presença na fase final de um Mundial, mas a primeira desde 2002, já que falhou a qualificação para as provas realizadas na Alemanha (2006) e na África do Sul (2010).

Sob o comando de Marc Wilmots, os belgas já sonham em repetir o quarto lugar conquistado no México, em 1986, a sua melhor prestação de sempre na principal prova futebolística, com jogadores como Ceulemans, Gerets, Scifo, Pfaff ou Vercauteren.

Os belgas têm uma equipa recheadas de grandes jogadores, como Thibaut Courtois, Thomas Vermaelen, Vincent Company, Jan Verthongen, Daniel Van Buyten, Marouane Fellaini, Axel Witsel, Steven Defour, Moussa Dembélé, Romelu Lukaku, Christian Benteke, Kevin De Bruyne, Eden Hazard ou Kevin Mirallas.

No Grupo A, e além da Croácia, a Bélgica superou a Sérvia (2-1 em casa e 3-0 fora), a Escócia (2-0 nos dois jogos), a Macedónia (1-0 em casa e 2-0 fora) e o País de Gales (2-0 fora), equipa que recebe na terça-feira, no fecho do agrupamento.

 

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa