Vitória Guimarães

14-02-2010 14:14

Paulo Sérgio "Quebrar a malapata da falta de eficácia"

O treinador do Vitória de Guimarães disse hoje que a equipa vai "quebrar a malapata da falta de eficácia" na deslocação à Figueira da Foz, na segunda-feira, em jogo da 19.ª jornada da Liga de futebol.
Paulo Sérgio

Por Sapo Desport c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

"Sou optimista por natureza e, por isso, a minha expectativa para o jogo é positiva. Estamos confiantes de que vamos fazer um bom jogo e quebrar a malapata da falta de eficácia", afirmou Paulo Sérgio, na conferência de imprensa de antevisão da partida com a Naval 1.º de Maio.

O Vitória de Guimarães perdeu o último jogo em casa, diante do Paços de Ferreira, partida em que esteve a vencer e desperdiçou várias oportunidades de golo.

O treinador vitoriano apontou a reduzida capacidade de concretização como principal explicação da derrota, mas disse ter ficado satisfeito com o trabalho realizado durante esta semana e frisou que o Vitória de Guimarães "é uma das equipas que mais ataca no campeonato".

"Foi uma semana de trabalho muito boa, de grande empenho e concentração e isso dá-nos confiança. Há problemas de eficácia que nos têm penalizado, mas não queremos meter mais pressão nos atacantes, vamos esperar que os golos surjam naturalmente", disse ainda.

Questionado sobre o que tem faltado para que a equipa marque mais golos, respondeu: "Costumo dizer aos meus jogadores para não se focalizarem no produto final, mas na cadeia de produção. É fácil ver uma oportunidade falhada, mas não o tipo de movimentação que a originou".

E exemplificou: "Ainda agora com o Paços de Ferreira, tivemos um cruzamento e cinco jogadores nossos que se estorvaram uns aos outros. Faltou que alguém se movimentasse de forma diferente".

O treinador admitiu alterações no "onze", até porque Flávio Meireles, Andrezinho e Gustavo Lazzaretti voltaram à lista de convocados.

Sobre se o início do processo eleitoral no clube pode mexer com a equipa, Paul Sérgio foi peremptório: "De forma alguma, desejo que não e a mim claramente não me afecta".

"Seja esta direcção ou outro candidato, todos querem que o Vitória ganhe e os profissionais devem passar ao lado de todo este processo", concluiu.

O jogo realiza-se segunda-feira, às 20:15, no estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz, e será arbitrado por João Ferreira, de Setúbal.