Associação de treinadores

23-04-2010 14:54

Silveira Ramos é candidato único à presidência

Francisco Silveira Ramos é o único candidato às eleições para a presidência da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol (ANTF), que estão marcadas para 16 de Maio, dia da final da Taça de Portugal.
Silveira Ramos é candidato único à presidência

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Vice-presidente da actual direcção, Silveira Ramos disse hoje à Lusa que se apresenta com “uma lista de continuidade” e de acordo com o que foi “decidido” pelos seus pares naquele órgão, que o consideraram “uma solução interessante”.

“Foi sugerido pelos colegas dessa direcção, e ouvidos elementos dos outros corpos gerentes, que eu deveria dar corpo [a esta candidatura]”, acrescentou.
O candidato prepara-se assim para render José Pereira, que em Março assumiu funções de director desportivo do Guimarães e deixou, assim, de ser o presidente a tempo inteiro da ANTF.

Mas José Pereira continuará ligado à associação, candidatando-se desta feita à presidência da Assembleia-Geral.

Silveira Ramos pretende “continuar o trabalho realizado e dar contributos para o desenvolvimento da função do treinador e do futebol em geral.

Questionado sobre se tem o apoio da classe, respondeu: “É difícil dizer que a classe está ao nosso lado porque poderá haver colegas que não se revejam nesta candidatura. O que podemos dizer é que temos total apoio dos colegas que expressaram opinião e que são de diferentes sectores, níveis de intervenção e distribuição geográfica”.

As linhas mestras do seu programa visam o “reconhecimento e valorização do treinador e a contribuição para o desenvolvimento do futebol.

O candidato considera que a direcção liderada por José Pereira desenvolveu “acções muito positivas, nomeadamente no domínio profissional e da formação”, propondo-se “alargar o âmbito da acção da ANTF em matérias que contribuam para o desenvolvimento da modalidade”.

“Os treinadores portugueses são muito qualificados e reconhecidos”, analisa, considerando que os “os clubes acreditam com naturalidade no seu trabalho como óptima solução para os seus objectivos”.

Francisco Silveira Ramos tem 54 anos, foi “treinador das selecções nacionais durante sete anos e lançou recentemente o livro “Futebol - a competição começa na rua” (editora Calçada das Letras), com prefácio do técnico Rui Caçador e uma “mensagem” de Gilberto Madail, presidente da Federação.