Ao intervalo

24-01-2011 21:01

Zapater adianta Sporting

Zapater leva o Sporting a vencer para o intervalo, com um golo mesmo a fechar a primeira parte.
Zapater adianta Sporting

Por Inês Henriques sapodesporto@sapo.pt

A noite está fria e o Caldeirão arrefeceu, mais, gelou. A primeira parte do Marítimo-Sporting proporcionou três lances de possível perigo e um golo. Aos 44 minutos, Liedson combinou bem com Vukcevic na direita, o montenegrino cruzou bem para a área onde apareceu Zapater para o 1-0.

Os insulares precisam de pontos para deixar os lugares de baixo (são 11º classificados) e o Sporting, num «momento difícil» como Paulo Sérgio já tantas vezes referiu, não pode deixar fugir ainda mais o Benfica, sob pena de ver o segundo lugar por um canudo. Por isso, ambas jogaram aberto, mas na realidade, falta poder na finalização, com o jogo a ser muito disputado a meio campo.

Para quem assistia, e talvez toldados pelo frio, foi preciso esperar 13 minutos para se ver a bola chegar a uma das grandes-áreas. E foram os da casa, como bons anfitriões, a abrir as hostilidades. Sidnei rematou de longe e forte, para Rui Patrício defender.

Os leões, que foram são a segunda equipa a conquistar mais pontos, só batidos pelo FC Porto, conseguiram criar perigo aos 17’, num bom cruzamento de João Pereira para Liedson, dentro da área, cabecear ao lado. O Levezinho teria nova oportunidade nove minutos depois, de novo de cabeça, mas a bola a passar por cima.

A melhor jogada surgiu dos pés de Valdés, numa jogada individual, a rematar forte à entrada da área, para defesa incompleta de Marcelo Boeck, mas sem perigo na recarga. O médio já tinha tido uma boa hipótese, quando Djalma, num mau passe à boca da área, colocou a bola nos pés do jogador leonino, que inventou e perdeu a bola.