Naval - Benfica

09-04-2011 21:55

Mozer assume favoritismo

O treinador da Naval 1.º de Maio disse hoje não esperar facilidades do Benfica, domingo, na 26.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, mas sublinhou que “quem joga em casa tem se assumir como favorito”.
Mozer assume favoritismo

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Em conferência de imprensa, Mozer assume a necessidade de somar pontos, mas sabe que o Benfica irá criar muitas dificuldades.

«Temos de somar o maior número de pontos possível para podermos atingir aquilo porque temos vindo a lutar a permanência», afirmou Mozer, salientando que «não vai ser fácil», porque reconhece no Benfica «uma grande equipa bem recheada de valores».

O antigo defesa central ‘encarnado’ diz que cabe à Naval «fazer tudo para superar as dificuldades que o Benfica vai impor», contando que a sua equipa se apresente «com motivação muito elevada, níveis de concentração altos e sobretudo muito organizada e disposta a bater-se pela vitória».

«Somar um ponto aos que já temos pode não ser um mau resultado, mas reafirmo que o nosso objectivo são os três pontos é com esse pensamento que vamos entrar em campo», garantiu.

Mozer completa hoje três meses sobre o dia em que pela primeira vez comandou a Naval (Guimarães, vitória por 2-1) assumindo que mantém «as mesmas perspectivas do primeiro dia, a manutenção».

Naval, 15.º (20 pontos) e Benfica, segundo (55 pontos) defrontam-se no próximo domingo pelas 20h15 no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz, partida que será dirigida pelo setubalense, Bruno Paixão