Marítimo

20-05-2011 22:31

Pedro Martins defende criação de comissão de avaliação dos árbitros

O treinador dos “verde-rubros” fez questão de abordar o tema arbitragem, durante uma conferência de imprensa, que serviu para fazer um balanço à carreira do Marítimo na Liga portuguesa na época 2010/11.
Pedro Martins defende criação de comissão de avaliação dos árbitros

Por Sapo Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Marítimo, Pedro Martins, defendeu hoje a criação de uma comissão de avaliação dos árbitros de futebol, considerando que os observadores «têm um enorme poder», que na sua óptica «tem de acabar».

O treinador dos “verde-rubros” fez questão de abordar o tema arbitragem, durante uma conferência de imprensa, que serviu para fazer um balanço à carreira do Marítimo na Liga portuguesa na época 2010/11.

Pedro Martins recordou um episódio que aconteceu no último jogo fora de casa, em Portimão, no qual o seu adjunto, Carlos Jorge, recebeu ordem de expulsão.

«Foi suspenso por 20 dias e o processo ainda decorre. Não fez nada para ser castigado e, como sei que ocorreram episódios graves ao longo da época que até foram transmitidos em directo pela televisão, em que foram aplicados castigos mais leves, não se percebe esta punição», começou por explicar.

O técnico acrescentou: «Tem de haver a mesma justiça para grandes e pequenos e a mentalidade tem de mudar, porque a arbitragem não evoluiu. Isto não é justiça. Os observadores têm um enorme poder que tem de acabar. Tem de haver um plano técnico de avaliação, que permita saber se os observadores foram ou não competentes, porque há muitos que não são».

Por isso mesmo, Pedro Martins defende a criação «de uma comissão de avaliação aos árbitros, para que os observadores tenham mais cuidado com o trabalho que fazem».