Nuno Gomes

28-06-2011 09:00

Cargo no Benfica «não estava definido»

«Não podia trair o meu coração: sinto que devo continuar a jogar futebol. Ainda não chegou o momento de parar», frisou Nuno Gomes.
Cargo no Benfica «não estava definido»

Por Sapo Desporto sapodesporto@sapo.pt

Nuno Gomes há muito que deixou claro que ainda não era tempo de trocar as chuteiras e os calções pelo fato e gravata.

«É verdade que me foi oferecido um cargo para eu integrar a estrutura directiva do Benfica. Falou-se apenas nisso: num cargo. Aproveito para dizer que fiquei muito honrado com esse convite. Pelo menos, é sinal de algum reconhecimento em relação ao que fiz durante as 12 épocas em que lá estive. Fiquei orgulhoso, porque muitos jogadores tiveram a mesma carreira do que eu no Benfica , ou até melhor, e não dispuseram dessa oportunidade», explicou Nuno Gomes em entrevista ao jornal Record.

Determinado, tem «a certeza» de que ainda tem «capacidade para jogar». Só que ainda não definiu o seu destino, falando-se de Braga como o mais provável.

«Não sei se vou marcar golos na Luz, porque o meu futuro ainda não está definido. Mas sou um jogador de futebol profissional. E para onde quer que vá, podem ter a garantia que vou dar sempre o meu máximo pelas cores da camisola que estiver a defender», sublinhou.

E como quer continuar a actuar nos relvados, a Selecção Nacional ainda está no horizonte, bem como o Euro2012. Jogar em Portugal pode facilitar uma nova chamada daquele que está perto de ser tornar o jogador português com mais presenças em fases finais.

«Se jogar regularmente, se fizer boas exibições, com golos, não acredito que Paulo Bento me risque, olhando para a minha idade. Se vir que apresento resultados, não vejo por que não voltar à Selecção. Seria para mim um enorme orgulho», disse, comparando uma chamada à equipa das quinas com a «tropa». «Se as pessoas responsáveis me chamarem, só tenho de ir a correr para representar o meu país».