Marítimo

03-11-2011 17:51

Pedro Martins quer deixar Académica mais distante na tabela

O Marítimo, quinto classificado da Liga com 18 pontos, recebe a Académica, sexta colocada com 13, pelas 18h15 de sábado, no Estádio dos Barreiros, com arbitragem do algarvio Nuno Almeida.
Pedro Martins quer deixar Académica mais distante na tabela

Por Sapo Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Marítimo, Pedro Martins, disse esta quinta-feria ser importante vencer a Académica, no sábado, no jogo da 10.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, para deixar os "estudantes" a oito pontos de diferença na tabela classificativa.

O treinador os insulares garantiu que a partida em Barcelos, frente ao Gil Vicente, jogada em dois dias, não vai influenciar o comportamento da equipa, nem interferiu na preparação para o confronto com a Académica.

«Tenho a certeza de que no sábado, apesar das circunstâncias que envolveram o jogo de Barcelos, vamos estar a cem por cento e preparados para um jogo difícil, prontos para vencer. Estamos bem, quer fisicamente quer mentalmente, sabendo que vamos ter muitas dificuldades perante um adversário que partilha os mesmos objetivos, mas também sabendo que se vencermos alargamos a vantagem para os oito pontos», disse Pedro Martins em conferência de imprensa.

O técnico do Marítimo disse ainda ter consciência de que não será um jogo fácil e que conta com o apoio dos adeptos.

«Tenho a certeza de que vamos dar uma boa resposta e conquistar os três pontos, que é o nosso objetivo», destacou.

Frente ao Gil Vicente, o técnico do Marítimo mostrou-se desagradado com a arbitragem, mas hoje Pedro Martins considerou que as críticas não foram «ostensivas».

«Só falei de uma situação, que foi um penalti que ficou por marcar. Não foi uma crítica ostensiva, perguntaram-me se achava que era penalti, respondi que sim e, portanto, não fiz nenhuma crítica, até porque no dia anterior houve situações de difícil análise e acho que o árbitro esteve bem», esclareceu.

O treinador dos insulares fez questão ainda de mencionar que a sua equipa continua unida e com muita vontade de vencer.

«Este grupo está muito unido, com uma enorme vontade de vencer e tenho a certeza de que vamos fazer um bom jogo e lutar pela conquista dos três pontos frente à Académica. Depois, se não conseguirmos e porque o futebol é fértil em surpresas, estou convicto de que ninguém irá deixar de ser agressivo. O nosso objetivo passa pela vitória e, muito sinceramente, não há ninguém no grupo que pense de outra forma, sabendo que vamos encontrar muitas dificuldades perante uma equipa forte», observou.

O Marítimo, quinto classificado da Liga com 18 pontos, recebe a Académica, sexta colocada com 13, pelas 18h15 de sábado, no Estádio dos Barreiros, com arbitragem do algarvio Nuno Almeida.