Rogério de Brito

05-02-2012 13:39

«Temos de sair rapidamente deste período menos bom»

O membro do Conselho Leonino disse que «haverá muitas razões» para a falta de rendimento da equipa treinada por Domingos Paciência.
«Temos de sair rapidamente deste período menos bom»

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O antigo vice-presidente do Sporting Rogério de Brito disse hoje que o clube tem de “sair rapidamente” do período menos bom que atravessa, depois de ter sido eliminado pelo Gil Vicente da Taça da Liga de futebol.

«A mente, a condição física, tudo isso são fatores que às vezes determinam momentos menos bons, que infelizmente, neste momento, já são períodos excessivamente longos de que temos de sair rapidamente», referiu à agência Lusa o membro do Conselho Leonino, que representou o clube no 19.º aniversário do núcleo sportinguista de Penacova.

Rogério Brito referiu que não esperava que o Sporting fosse eliminado da Taça da Liga, aos pés do Gil Vicente, que venceu no sábado no Estádio Alvalade, por 1-0, e garantiu presença na meia-final da prova.

«Estamos a passar por um mau momento, fundamentalmente são razões de ordem anímica e psicológica que afetam a equipa. Também terá a ver com a dificuldade que tem havido em estabilizar a estrutura base da equipa, dado que tem havido muitas lesões», justificou.

O membro do Conselho Leonino disse que «haverá muitas razões» para a falta de rendimento da equipa treinada por Domingos Paciência, mas mostrou-se confiante de que o clube vai dar a volta por cima.

«Estou convicto que, embora cada derrota nos faça sofrer, vamos conseguir dar a volta. É inevitável que temos de a dar e espero que seja na próxima quarta-feira [com o Nacional] para salvarmos a continuidade na Taça de Portugal», sublinhou.

O antigo dirigente recordou ainda que o clube já conseguiu fazer este ano «uma série bastante interessante de jogos com resultados bons e, sobretudo, com ótimas exibições, ao ponto de se ter criado, porventura, excessivas expetativas».

Rogério de Brito liderou hoje a comitiva oficial do clube que participou nos festejos do 19.º aniversário do núcleo do Sporting de Penacova, liderado por José Almeida, que conta com cerca de 520 sportinguistas inscritos e tem o antigo maratonista Carlos Lopes como padrinho.

O núcleo premiou hoje os antigos futebolistas Vidigal e Beto, o jogador de futsal Deo e o ex-vice-presidente Menezes Rodrigues com o Prémio Barca Serrana 2012, instituído em 2002, que já distinguiu figuras como Manuel Fernandes e Vítor Damas.