Justiça

21-03-2012 18:36

Sentença do caso Rúben Micael marcada para 28 de março

O União da Madeira reclama 2,5 milhões de euros, considerando ser esse o equivalente a 50 por cento do valor da transferência do médio, atualmente nos espanhóis do Saragoça, quando deixou o Nacional para se transferir para o FC Porto, na época 2008/09.
Sentença do caso Rúben Micael marcada para 28 de março

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Tribunal da Vara Mista do Funchal agendou para 28 de março a sentença do caso Rúben Micael, que opõe o União da Madeira, da Liga de Honra, ao Nacional, da Liga, após a transferência do futebolista para o FC Porto.

O União da Madeira reclama 2,5 milhões de euros, considerando ser esse o equivalente a 50 por cento do valor da transferência do médio, atualmente nos espanhóis do Saragoça, quando deixou o Nacional para se transferir para o FC Porto, na época 2008/09.

Hoje, no Tribunal da Vara Mista do Funchal, foi dia das alegações finais. Contudo, Adelino Caldeira, administrador da FC Porto SAD, estava para ser ouvido, mas as partes envolvidas acabaram por prescindir do seu testemunho.