I Liga

09-12-2012 22:14

Vitória de Guimarães vence na receção ao Olhanense

Formação de Guimarães venceu por 2-0.
Vitória de Guimarães vence na receção ao Olhanense

Por Sapo Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Vitória de Guimarães venceu hoje o Olhanense em casa por 2-0, com golos de Amido Baldé e André André, na 11.ª jornada da I Liga de futebol, e está a apenas três pontos do terceiro lugar.

Os minhotos bateram com justiça um inoperante Olhanense e somam agora 15 pontos, menos três do que o surpreendente Rio Ave, atual terceiro classificado (o Sporting de Braga só joga na segunda-feira em Coimbra).

Uma semana depois de ter sido decisivo na qualificação do Vitória para os quartos de final da Taça de Portugal, ao defender dois castigos máximos no desempate por grandes penalidades diante do Marítimo, Douglas foi novamente determinante ao voltar a parar um ‘penálti', a Rui Duarte, quando o resultado estava em 1-0.

A primeira grande oportunidade de golo até pertenceu ao Olhanense, aos 15 minutos, quando Rui Duarte fez uma grande abertura para Djaniny e o avançado cabo-verdiano rematou às malhas laterais.

Mas foi o Vitória a marcar, por Baldé, que, ganhando nas alturas a André Micael, correspondeu da melhor maneira, de cabeça, a um livre da direita de Alex (22).

Aos 40 minutos, o árbitro Bruno Esteves assinalou uma grande penalidade favorável ao Olhanense, por alegada falta de Baldé na grande área. Contudo, Douglas voltou a brilhar e defendeu o remate de Rui Duarte.

No segundo tempo, quando se esperava uma reação algarvia, viu-se mais Vitória de Guimarães. A equipa da casa não permitiu ao adversário ter posse de bola e controlou quase sempre a partida.

Aos 59 minutos, Toscano fez a bola rasar o poste na marcação de um livre direto e, pouco depois, André André fez o segundo golo, sentenciando a partida.

O médio foi isolado por um passe de Marco Matias e rematou já dentro da área, tendo a bola ainda embatido em Fernando Alexandre e traído Bracali (63).

Sérgio Conceição, que já tinha colocado Targino ao intervalo, apostou também na velocidade de Ivanildo, mas com exceção de dois lances, ambos protagonizados pelo central André Micael (70 e 73, aqui com Douglas a fazer grande defesa), o Olhanense não conseguiu criar perigo.

E foi o Vitória de Guimarães a quase dilatar o resultado, mas o remate de Marco Matias, depois de um rápido contra ataque conduzido por Ricardo, foi ao poste (78).