Marcação de AG

07-01-2013 11:52

"Dar Rumo ao Sporting" confiante para a recolha de dinheiro

André Patrão, um dos mentores do movimento, revelou que a mesa da AG não tem levantado entraves neste processo.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O movimento Dar Rumo ao Sporting mostrou-se hoje confiante na recolha do dinheiro necessário para a realização da Assembleia Geral Extraordinária do clube salientado a disponibilidade mostrada pela Mesa da AG.

«A mesa da AG tem estado muito ativa nesta fase tendo em conta a situação do clube. Sabemos que tem havido um grande esforço em resolver a situação, não estão a criar nenhum obstáculo», disse à agência Lusa, André Patrão, um dos dois mentores do movimento.

O jovem revelou que domingo, juntamente com Miguel Paim, entregou o requerimento à Mesa da Assembleia Geral para a realização de uma Assembleia Geral Extraordinária deliberativa com o objetivo de discutir e votar a destituição da direção de Godinho Lopes.

Com o requerimento foram entregues 800 assinaturas, correspondentes a 3.500 votos, estando um dos requisitos para a realização da AG Extraordinária cumprido, faltando o dinheiro para custear a reunião magna, que entretanto, baixou de 60.000 para 30.000 euros, caso a mesma venha a realizar-se no Pavilhão de Odivelas.

«Havia muita gente à espera de qual seria o resultado da reunião com a mesa da Assembleia Geral, o que condicionou a entrega de fundos. Agora, sabendo deste resultado estamos muito confiantes que vamos alcançar o dinheiro necessário», frisou André Patrão.

Até dia 02 de janeiro tinham sido recolhidos 956 euros, mas André Patrão acredita que a partir de agora esse valor irá subir e, como tal, não quis adiantar mais números.

«Esperamos que vários intervenientes da vida do Sporting vejam agora a necessidade de participar nesta solicitação de fundos», apelou o jovem, adiantando que, caso consigam o dinheiro necessário, a AG extraordinária será realizada até 06 de fevereiro.

De acordo com André Patrão, as assinaturas do requerimento vão ser agora analisadas pelos serviços do Sporting, embora continue a recolha de assinaturas.

«Nós não sabemos nada, por um lado é uma expectativa otimista mas por outro chegam-nos informações, nem tudo é verdade o que nos chega, mas é o suficiente para especular que há de chegar o dinheiro necessário. É um otimismo algo fundamentado mas não é uma certeza», frisou o jovem.

O clube de Alvalade atravessa uma das piores crises financeira e desportiva da sua história. Num total de 24 jogos realizados esta época, o Sporting soma apenas duas vitórias na I Liga e outros dois triunfos na Liga Europa, prova em que já está eliminado, tal como da Taça de Portugal e Taça da Liga.