Primeira Liga

12-02-2013 11:09

Pinto da Costa fala em «interferências extrafutebol»

O presidente do FC Porto queixa-se que a equipa não tem mais pontos porque tem sido condicionada pela arbitragem.
Pinto da Costa fala em «interferências extrafutebol»

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O jogo Benfica – FC Porto ocorreu à 14º jornada, mas quatro jornadas depois ainda dá que falar.

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, na nova edição da Revista “Dragões”, aproveitou para criticar a nomeação e a atuação do árbitro João Ferreira no clássico.

«Do clássico da Luz, mais do que os foras de jogo mal assinalados e as expulsões perdoadas, que só podem surpreender quem não conhece os protagonistas, o que é um atentado ao futebol e à verdade desportiva foi a nomeação do único árbitro em que havia razões objetivas para deixar de fora», começou por dizer o dirigente, explicando porquê.

«Não é internacional, e o presidente da Comissão de Arbitragem sempre defendeu os melhores árbitros para os melhores jogos, só tinha arbitrado quatro jogos na Liga, foi quarto árbitro no célebre jogo do túnel, tendo tido papel fundamental na acusação aos jogadores do FC Porto; foi o árbitro escolhido pelo presidente do Benfica numa escuta em que de muitos nomes só o João ‘pode ser’ Ferreira satisfez», adiantou.

Para Pinto da Costa o FC Porto não tem mais pontos nesta altura devido a razões «extrafutebol».

«Contrariando os desejos até da Liga de Clubes, o FC Porto continua a mostrar que é a melhor equipa em Portugal e só não tem mais pontos porque as interferências extrafutebol não o permitem», concluiu.
Conteúdo publicado por Sportinforma