Joaquim Evangelista

15-10-2013 17:09

«Dificuldades no cumprimento de salários continuam»

O presidente do Sindicato de Jogadores apela a uma maior sensatez dos clubes da I Liga.
«Dificuldades no cumprimento de salários continuam»

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), afirmou hoje que «as dificuldades dos clubes no cumprimento de salários continuam a manter-se».

O dirigente, que abordou o assunto à margem da cerimónia de entrega de um cheque de formação ao ex-futebolista Fábio Faria, reconheceu que esta época «o sindicato já foi chamado a intervir».

«Temos feito um esforço enorme para não divulgar esses casos, poucos vieram a público, mas já afetaram quase todos os clubes das I e II Ligas. Este ano, as dificuldades continuam a manter-se, já estamos a atuar junto de alguns, mas estamos a privilegiar o diálogo com a Liga, Federação e os clubes para resolvermos os problemas», partilhou Joaquim Evangelista.

O presidente do SJPF reconheceu que «o incumprimento salarial vai notar-se mais conforme o campeonato se vai desenvolvendo», mas desenvolveu outras questões que o preocupam.

«O problema do futebol português não se cinge apenas ao incumprimento salarial. Há jogadores dispensados, outros a treinarem à parte e que são objeto de práticas abusivas. Esses também merecem a nossa disponibilidade», garantiu.

Nesta perspetiva, Joaquim Evangelista não hesitou em afirmar que «as receitas que o futebol gere permite pagar adequadamente aos seus profissionais», apelando a «uma maior sensatez dos clubes».

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa