Paços de Ferreira

04-04-2014 13:20

Jorge Costa diz que “é muito estimulante” defrontar Sporting

Os castores ocupam a 14ª posição, enquanto os leões são segundos.
Jorge Costa diz que “é muito estimulante” defrontar Sporting

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Paços de Ferreira, Jorge Costa, disse esta sexta-feira que é "muito estimulante" defrontar o Sporting e que a formação pacense só tem a ganhar no jogo da 26.ª jornada da I Liga de futebol.

"O grau de dificuldade que vamos encontrar amanhã [sábado] é muito superior àquilo que tem vindo a ser a nossa realidade. É muito estimulante e amanhã [sábado] só temos coisas a ganhar", disse Jorge Costa.

Na conferência de antevisão ao encontro de Paços de Ferreira, o técnico da formação nortenha lembrou que a sua equipa vai defrontar o segundo classificado, uma equipa com "muitas mais obrigações", embora evite falar em favoritos.

"Antes das coisas acontecerem, todos temos possibilidades. Vamos agarrá-la [a oportunidade] e lutar com todas as nossas forças e que no final ganhe quem tiver feito mais por isso. Temos de aproveitar a oportunidade de jogar com o Sporting e mostrar que temos jogadores com valor e tirar o máximo proveito do jogo, lutando por aquilo que queremos, que é somar os três pontos", sublinhou.

Para Jorge Costa, a pressão existirá para os dois lados, cada equipa com os seus objetivos e ambas num momento bom, o que deixa antever um "bom jogo", mas elege como fatores decisivos para o jogo de sábado "a concentração, a qualidade que se tem em jogo e o fator sorte", mas, "sobretudo, competência e qualidade".

Jorge Costa relativizou também a história de confrontos entre as duas equipas na Capital do Móvel, nomeadamente o registo de um triunfo do Sporting nos últimos cinco anos (3-2 em 2009/10), considerando que esta "conta apenas em termos estatísticos".

"O Sporting dos últimos cinco anos não é o Sporting de hoje em dia, é muito melhor em todos os aspetos", afirmou, acrescentando não ter memória de ver o Sporting chegar a esta altura do campeonato a lutar pelos objetivos que neste momento luta.

Jorge Costa disse ainda que o Paços de Ferreira não se pode distrair, apesar de entrar em campo menos pressionado do que há algumas semanas atrás, quando era último classificado, e lembrou que a equipa quer resolver o objetivo da permanência o mais rapidamente possível.

"Sabemos que poderemos dar um passo muito importante naquilo que é o objetivo final", referiu.

Desafiado a comentar as declarações públicas de dirigentes sobre a arbitragem e os efeitos que as mesmas poderão ter no jogo de sábado, Jorge Costa disse que a sua preocupação deve ser para com aquilo que são as suas funções.

"Deve-se valorizar mais aquilo que as equipas e os jogadores fazem do que estar a falar de arbitragens", precisou.

O Paços de Ferreira, no 14.º lugar, com 23 pontos, vai defrontar o Sporting, segundo, com 57, no sábado, às 20h15, num jogo com arbitragem de Carlos Xistra, de Castelo Branco.
Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa