Futebol

03-04-2015 15:01

Jesus: "Benfica é muito mais forte" do que o Nacional

Benfica recebe o Nacional na 27.ª jornada da I Liga.
Jorge Jesus em ação no banco em Arouca
Foto: Miguel Riopa

Jorge Jesus em ação no banco

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Benfica elogiou hoje a capacidade ofensiva do Nacional e frisou que os `encarnados´ terão de estar preparados para enfrentar "alguns momentos de aperto durante o jogo", da 27.ª jornada da I Liga de futebol.

Jorge Jesus, que fazia a antevisão da partida de sábado, destacou o desempenho dos madeirenses na segunda metade do campeonato, considerando que se trata de "uma das melhores equipas do campeonato".

"A equipa do Nacional está muito mais forte nesta segunda volta do que na primeira. Vai ser um jogo muito competitivo, como tivemos para a Taça da Liga, em casa, e para o campeonato, na Choupana. De qualquer forma, no nosso estádio, com os nossos adeptos a ajudar, o Benfica é muito mais forte", afirmou, em conferência de imprensa.

De resto, o técnico benfiquista lembrou que recentemente o Nacional criou dificuldades a FC Porto [no campeonato] e Sporting [na Taça de Portugal], pelo que as `águias´ têm de estar preparadas para as `armas´ ofensivas do adversário.

"O Nacional tem jogadores com qualidade ofensiva, como o Lucas João, o Marco Matias e o Luís Aurélio, e com o apoio do Tiago Rodrigues. O melhor aspeto do Nacional é ofensivo. Vamos ter alguns momentos de aperto no jogo, mas temos de estar preparados para isso e os adeptos também", referiu.

Jorge Jesus acredita que o Benfica tem sido a equipa mais sólida e equilibrada do campeonato, ainda que tenha salientado que "faltam oito jornadas para o final e está tudo em aberto para Benfica e FC Porto".

Apesar de não poder contar com o `capitão´ Luisão, castigado, Jorge Jesus espera que a equipa consiga manter o registo defensivo na Luz, onde não sofre golos há nove jogos, sendo que, por outro lado, o técnico já terá Gaitán à sua disposição, depois de o extremo ter falhado a partida diante do Rio Ave, que terminou com a derrota `encarnada´ (2-1).

"O Nico [Gaitán] é um jogador de um nível alto. O Benfica não tem muitos jogadores com as características posicionais dele. Mas já ganhámos sem ele. Na Madeira, com o Marítimo, ele saiu lesionado quando estava 0-0 e ganhámos 4-0. É um jogador importante, que tem muita influência na estratégia da equipa e que está connosco há muitos anos e sabe perfeitamente o que a equipa quer. Além disso, é um líder dentro de campo", salientou.

Jorge Jesus revelou ter estado atento à meia-final da Taça da Liga, que opôs o Marítimo ao FC Porto e que ditou a passagem dos insulares à final da prova, na qual vão defrontar precisamente o Benfica.

"O mais importante era sermos um dos finalistas da Taça da Liga, independentemente do nosso adversário. Estamos na final e vamos jogar com o Marítimo. Tive oportunidade de ver o jogo Marítimo-FC Porto e acho que o Carlos Xistra fez uma excelente arbitragem", disse.

Benfica, líder com 65 pontos, e Nacional, nono com 33, jogam no sábado, a partir das 17:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, numa partida que será dirigida pelo árbitro Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Conteúdo publicado por Sportinforma