Vitória Setúbal - FC Porto

03-05-2015 21:07

'Dragões' cumprem na perseguição ao líder

'Dragão' de serviços mínimos passa com tranquilidade no Bonfim. Equipa de Lopetegui venceu Vitória de Setúbal por 2-0. Brahimi e Jackson Martínez fizeram os golos.
Jackson Martínez regressou aos golos no Bonfim
Foto: AFP

Jackson Martínez regressou aos golos no Bonfim ao fazer o 2-0 aos 90 minutos

Por Eduardo Santiago sapodesporto@sapo.pt

O FC Porto venceu este domingo o Vitória de Setúbal por 2-0, em jogo a contar para a 31ª jornada, e manteve a distância de três pontos para o líder Benfica. Um golo de Brahimi aos 15 minutos abriu caminho para um triunfo relativamente fácil no Estádio do Bonfim. Jackson Martínez já perto dos noventa fixou o resultado final.

Julen Lopetegui tinha garantido no lançamento do jogo que o FC Porto ia ao Bonfim para vencer, e logo na equipa inicial se percebeu que o técnico basco estava a dizer a verdade com Herrera e Quaresma no onze inicial.

A formação ‘sadina’ apresentou-se sem surpresas no Bonfim com Bruno Ribeiro a apostar na mesma equipa que tinha empatado no Bessa na jornada anterior.

Com poucas pessoas nas bancadas do Bonfim, o FC Porto assumiu muito cedo o domínio de jogo. A posse de bola dos ‘dragões’ foi desde logo nota dominante na fluidez de jogo com a defesa sadina a sofrer muito no arranque do encontro. Aos 15 minutos, Brahimi aproveita um cruzamento no lado direito de Ricardo para fazer, sem oposição, o 1-0.

A vencer desde muito cedo, o FC Porto impediu qualquer reação imediata do Vitória de Setúbal, que tentava criar lances de perigo através de passes em profundidade que ‘esbarravam’ sempre na muralha intransponível do Dragão. Antes do intervalo, Julen Lopetegui perdeu uma das suas ‘torres’ defensivas com a lesão de Marcano.

O técnico basco foi então obrigado a uma substituição ao lançar Martins Indi em jogo. O jogo foi então para intervalo com o FC Porto a desperdiçar algumas ocasiões de golo antes do regresso ao balneário. No segundo tempo, o Vitória de Setúbal apresentou-se mais ‘atrevido’ e a tentar contrariar o domínio do FC Porto.

Os jogadores ‘sadinos’ criavam perigo nos flancos, mas a defesa portista mostrava-se segura e tranquila para anular as intenções dos homens de Bruno Ribeiro. À circulação de bola do FC Porto faltava alguma objetividade, e o Vitória de Setúbal procurou explorar o contra-ataque para tentar chegar à baliza de Helton.

Com o cronómetro a caminhar para a recta final, o Vitória de Setúbal quase chegou ao golo ao minuto 77, num cabeceamento de Suk, Hélton segurou os três pontos no lance.

Até ao final, o FC Porto acabou por gerir a vantagem e acabou por dilatar o resultado aos 90 minutos por intermédio de Jackson Martínez. Com este resultado, o FC Porto repôs a diferença de três pontos para o Benfica que esta jornada venceu o Gil Vicente por 5-0.

Conteúdo publicado por Sportinforma