Marítimo 1-3 SC Braga

14-02-2016 23:42

Salin indignado: "Vamos jogar contra os árbitros e contra a Liga"

O Sporting de Braga venceu o Marítimo por 3-1, no Funchal, em jogo da 22.ª jornada da I Liga de futebol.
Salin
Foto: HOMEM DE GOUVEIA / LUSA

Salin

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Salin mostrou toda a sua indignação para com o trabalho do árbitro Manuel Oliveira no Marítimo 1-3 Braga e toda a arbitragem no geral. O guarda-redes dos madeirenses explicou, na zona de entrevistas rápidas, que nenhum outro jogador quis comparecer para falar à Sport TV tal era a indignação.

O lance que acabou por levar o Marítimo ao desespero aconteceu aos 17 minutos quando o central Maurício fez um corte na área num lance com Pedro Santos. O árbitro Manuel Oliveira considerou falta, marcou grande penalidade e expulsou o ex-defesa do FC Porto.

"Toda a gente viu o que aconteceu, foi uma vergonha. Se voltar a suceder o que sucedeu hoje é a última vez que aqui venho, porque nenhum jogador do Marítimo quis vir. O treinador do Nacional, Manuel Machado, também já mostrou a sua preocupação em relação ao que se está a passar. É uma grande vergonha. Nós nem sequer podemos falar com os árbitros, levamos logo amarelo", começou por dizer Salin.

O guarda-redes francês promete um Marítimo mais forte e uma resposta rápida já no próximo encontro da Liga, numa luta contra os adversários mas também "contra os árbitros e contra a Liga."

"Este é o nosso trabalho, temos objetivos, não se trata de um jogo de amigos. Estamos com raiva, mas precisamos pensar no próximo jogo. Se o árbitro nos prejudicou, nós não podemos prejudicar o próximo jogo. Não sei o que fizemos para merecer isto. Vamos jogar contra os árbitros e contra a Liga", completou.

O Sporting de Braga venceu o Marítimo por 3-1, no Funchal, em jogo da 22.ª jornada da I Liga de futebol, no qual os insulares jogaram mais de 70 minutos com menos um jogador.

Conteúdo publicado por Sportinforma