Académica-Rio Ave

19-02-2016 18:15

Pedro Martins: "Quem tiver mais controlo emocional está mais perto de vencer este jogo"

O Rio Ave, oitavo classificado com 30 pontos, desloca-se, este sábado, a reduto da Académica de Coimbra, 17.ª com 19, numa partida agendada para as 20:45, que terá arbitragem de Manuel Mota, de Braga.
66a9d60236983c5547c5b289b2bd9d0603614894.jpg
Foto: LUSA 2015

Pedro Martins garante que a equipa está preparada para defrontar a Académica

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Rio Ave, Pedro Martins, considerou hoje que "o controlo emocional será decisivo" para vencer a partida deste sábado, frente à Académica de Coimbra, da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O técnico da formação vila-condense garantiu que a sua equipa está "bem preparada para este desafio", acreditando num triunfo que colocará o Rio Ave mais perto do objetivo do quinto lugar no campeonato.

“Tal como o Rio Ave e todas as outras equipas, a Académica tem fragilidades e trabalhamos isso mas não as vou revelar. Quem tiver mais controlo emocional está mais perto de vencer este jogo", assegurou o treinador.

"Nos jogos fora temos sido mais estáveis e acredito que iremos conseguir os três pontos, para podermos atingir nesta jornada a quinta posição ou chegar perto dela", acrescentou Pedro Martins.

O treinador do Rio Ave reconheceu que o adversário deste sábado tem "ultimamente melhorado os seus resultados em casa" e somado pontos para fugir aos últimos lugares, apontando, assim, exigência máxima à sua equipa.

"A Académica melhorou muito a sua organização defensiva e tem jogadores que também melhoraram individualmente. É uma equipa difícil de bater no seu estádio como comprovam os resultados", analisou.

Confrontado com as dificuldades que a equipa tem sentido para chegar aos lugares europeus da tabela classificativa, Pedro Martins lembrou que o campeonato está muito equilibrado, mas reiterou que ainda há muito em disputa.

"Esta vai ser uma Liga competitiva até ao fim. É verdade que já podíamos ter dado o salto, mas as equipas estão muito juntas e vai ser assim até ao fim. Mas ainda temos a possibilidade chegar às competições europeias via Taça de Portugal", vincou o técnico dos vila-condenses.

Conteúdo publicado por Sportinforma