Futebol

04-08-2016 20:55

20 mil pessoas enchem treino aberto do FC Porto

Estiveram 24 jogadores na sessão orientada por Nuno Espírito Santo.
Adeptos no primeiro treino de 2015 no Dragão
Foto: José Coelho

Adeptos estão muito confiantes para a nova época

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A dois dias da apresentação oficial, a equipa de futebol do FC Porto realizou hoje um treino aberto no Estádio do Dragão, que juntou cerca de 20 mil adeptos.
A sessão de trabalhos iniciou-se às 18:00 e nem a chuva afastou os fãs 'azuis e brancos' do estádio.
Ao relvado subiram 24 jogadores, sendo que Bruno Martins Indi, à semelhança do que tem acontecido nos últimos treinos, não esteve presente. Por outro lado, o guarda-redes João Costa, da equipa B, continua a trabalhar com o plantel principal.
Quem marcou presença foi também Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto, que assistiu no relvado aos trabalhos da equipa comandada por Nuno Espírito Santo.
O líder dos 'dragões' mostrou-se, em declarações ao Porto Canal, bastante confiante em relação à próxima época, fazendo uma avaliação muito positiva do grupo portista. "Sinto que a equipa está motivada para dar o seu melhor. Acho que tem vindo a subir de rendimento de jogo para jogo e as indicações são positivas. Já todos perceberam que esta será uma equipa à FC Porto", disse o dirigente.
Pinto da Costa salientou ainda a importância de proporcionar situações que permitam uma maior proximidade entre os adeptos e a equipa. "Este é um momento importante de conjugação entre adeptos e equipa. É importante para os jogadores sentirem o apoio dos adeptos e é um momento importante para os jogadores, principalmente os novos, perceberem o que é o FC Porto. Quanto maior a unidade entre equipa e adeptos maiores serão as possibilidades de sucesso", revelou ainda.
O final do treino ficou marcado por uma invasão de campo por alguns adeptos mais jovens, no entanto, a situação foi prontamente resolvida pelos membros da segurança do clube que impediram que os 'invasores' chegassem perto dos jogadores.
Conteúdo publicado por Sportinforma