Sporting

09-08-2016 09:48

Desejo de saída de Slimani é problema antigo para o Sporting

Pretensão do avançado argelino de rumar a outro campeonato já dura desde 2014 em Alvalade.
Islam Slimani
Foto: JOSE SENA GOULAO / EPA

Slimani festeja um golo pelo Sporting.

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Está cada vez mais difícil para o Sporting conseguir manter Islam Slimani no clube. Depois de tudo o que tem sido dito sobre a possível saída do avançado argelino do clube leonino, a situação aparenta estar num ponto de rutura. No entanto, este tipo de questões com o internacional magrebino não são de agora. As pretensões de saída e Slimani são um caso antigo que remonta já ao Sporting de Marco Silva, em 2014.

Na altura, o clube leonino depositava grandes esperanças no argelino que foi um dos melhores marcadores do campeonato. No final da temporada, o jogador leonino terá então começado a dar conta do seu desejo de abandonar Alvalade para abraçar outro projeto numa Liga mais competitiva. Na altura, como agora, os principais interessados vinham de Inglaterra.

Perante a intenção de Islam Slimani de sair, a direção do Sporting encetou esforços para tentar manter o avançado magrebino que estava em plena afirmação na equipa orientada por Marco Silva. Com efeito, Bruno de Carvalho conseguiu convencer o argelino a renovar com o Sporting e assim manter o goleador em Portugal.

Este ano, o clube leonino está com um caso semelhante, mas com as posições mais extremadas. De acordo com o jornal ‘O Jogo’, o jogador faltou ontem ao treino da tarde, depois de não ter sido atendido por Jorge Jesus em conversa privada. A direção do clube de Alvalade revelou que a ausência de Slimani estava prevista e que se deveu a problemas pessoais do magrebino.

Continua, porém, o braço de ferro entre as duas partes. O internacional argelino está decidido a sair de Alvalade enquanto o Sporting faz de tudo para manter o jogador, só querendo vender o avançado por valores na ordem dos 30 milhões de euros.

Conteúdo publicado por Sportinforma