Primeira Liga

11-08-2016 10:06

Fernando Mendes antevê Liga renhida com 'leões' e 'dragões' pressionados

O antigo futebolista anteviu a nova temporada.
Fernando Mendes
Foto: JOAO ABREU MIRANDA / LUSA

Fernando Mendes em ação pelo FC Porto em 1999.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O antigo futebolista de FC Porto, Sporting e Benfica Fernando Mendes perspetivou uma I Liga muito competitiva entre os três clubes na luta pelo título, considerando o Benfica favorito.

"O favorito é o Benfica, é tricampeão, contratou 20 jogadores, tem todas as condições para se assumir como favorito, mas nem sempre o que parece é", vincou o antigo defesa.

Além de Benfica, Fernando Mendes apontou o Sporting e o FC Porto como os crónicos candidatos à conquista do campeonato, reiterando, contudo, que Nuno Espírito Santo precisa de tempo nos ‘dragões'.

"O Sporting, até ao momento, tem de ver quem sai e não sai, é um grande candidato ao título também. Esperemos que as coisas corram bem este ano. O FC Porto está afastado dos títulos há três anos, com um treinador que conhece a casa. Têm de entrar mais jogadores para criarem uma equipa competitiva. O FC Porto é um sério candidato, mas tem de se dar tempo ao Nuno Espírito Santo para arrumar a casa", afirmou.

Mendes elogiou o Sporting e Jorge Jesus pelo trajeto efetuado na última temporada, reconhecendo que se mantiver os jogadores fulcrais "pode "fazer uma equipa mais forte".

"Quer Sporting, quer FC Porto estão pressionados, o investimento que o Sporting fez apesar de não ter conseguido o título. Aproximou-se e fez tudo para ser campeão. A responsabilidade aumenta, mas tem todas as condições para ganhar, um treinador experiente e se mantiver a mesma equipa, ou se tiver poucas saídas, com os reforços irão fazer uma equipa mais forte para lutar pelo título", apontou.

Apesar de reconhecer que ‘leões' e ‘dragões' estão pressionados, Mendes deixou o alerta que Rui Vitória não pode estar tranquilo.

"Rui Vitória é campeão, tem contratado jogadores que eram o desejo dele ou da administração, tem uma equipa formada, perdeu dois jogadores, o Renato Sanches e o Gaitán, vieram muitos, tem todas as condições para lutar pelas provas em que está inserido, agora, tranquilidade num grande nunca se tem, pois tem sempre o objetivo de ganhar", concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma